Siga o ⚡️Raio Goumetizador
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Siga o ⚡️Raio Goumetizador
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Siga o ⚡️Raio Goumetizador
ic-spinner
Hikayeni paylaş
Sevdiğin hikayeleri ve yazarları bul ve takip et. İlham al, sen de kendi hikayelerini yaz. Hikayelerine arkadaşlarını davet et. Paylaş ve tüm dünyaya sesini duyur.

JÁ COMEU?

Lardo di Colonnata, a divina gordura

Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸
JÁ COMEU?

Por: Raio Gourmetizador

Longos e brancos pedaços de barriga de porco são empilhados numa grande caixa de mármore, chamada “conca”. Entre eles, camadas de sal, alho fresco, pimenta-do-reino moída, grãos de coentro, cravo, canela, alecrim e sálvia. E então a caixa é vedada com um bloco de mármore e as mantas de gordura ficam lá dentro por no mínimo seis meses. É assim o Lardo di Colonnata, uma das glórias da culinária italiana.

Ele serve para fazer recheios ou coberturas de carnes, para substituir a manteiga ou azeite no macarrão, para frituras ou, como gostam os italianos, ser comido em lascas como aperitivo junto ao vinho. Um sublime ingrediente.

O lardo pode fazer um cardiologista enfartar ao pensar que ele é quase 100% gordura, mas antigamente foi um alimento providencial para os trabalhadores das jazidas de Carrara, próximas a Colonnata. Eles consumiam o lardo e com ele ganhavam energia para suportar a dura tarefa de extração dos grandes blocos de mármore. E por ser ligeiramente doce, não provocava muita sede. Com o trabalho manual nas jazidas substituído por máquinas, o lardo foi descoberto por muitos chefs e ganhou versões sofisticadas em muitos restaurantes. Mas ainda é um alimento basicamente popular na Itália.

JÁ COMEU?

Importado é caro, mas no Brasil já existem pessoas que curam o lardo de forma parecida, como o chef Sauro Scarabotta, do restaurante Friccò, em São Paulo.

TOP 10 DAS RAZÕES PARA APRECIAR O VINHO

TOP 10 DAS RAZÕES PARA APRECIAR O VINHO
Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

Por: Raio Gourmetizador

Confira aqui o TOP 10 das boas coisas que o vinho traz para a nossa saúde. As conclusões foram baseadas em diferentes estudos científicos em vários países e, mesmo se alguém não concordar com tudo pode crer que, no mínimo, o vinho consumido moderadamente nos deixa mais felizes em companhia dos amigos e da família e isso é sempre bom para a saúde.

MEMÓRIA OK!

A velha frase “beber para esquecer” pode ser aplicada a variados graus de dor de cotovelo, mas não para quem bebe vinho. Assim como um grupo de senhoras inglesas com cerca de 70 anos, que beberam regularmente uma taça e depois se lembraram de mais coisas (do arco da velha?) do que aquelas que ficaram só na água.

TRÂNSITO FLUINDO NAS ARTÉRIAS

Os famosos antioxidantes do vinho (tinto, sobretudo) são os soldados do bom combate contra artérias entupidas por feijoada, torresmo, frituras de calibres diversos e outras delícias – iguais ou melhores.

BOM ATÉ PARA O REGIME

A temível dilatação abdominal de quem bebe vinho moderamente é menor do que a daqueles que entortam a caneca com outros álcoois. Simples: uma taça de vinho queima mais calorias do que igual quantidade de aguardente ou cerveja.

SONO GOSTOSO

As bicadas em uma ou duas taças de vinho algum tempo antes de dormir levam as pessoas aos braços de Morfeu mais serenamente, graças à melatonina presente na bebida.

IMUNIDADE

Saborosos embutidos e enlatados estão à sua espera? Beba uma taça de vinho tinto antes: ajuda na prevenção de infecções alimentares provocadas pela bactéria salmonela.

OSSOS FIRMES

É para todos, mas sobretudo para as pessoas idosas, mulheres à frente, contra os males da osteoporose. Esta tem explicação científica bacana: o vinho aumenta o estrogênio, que controla a atividade dos osteoclastos, células cujo papel é remover o tecido do osso velhusco.

TUMOR NÃO

Os antioxidantes e fitoestrógenos encontrados no vinho ajudam a prevenir o câncer de ovário, segundo estudos feitos por cientistas australianos e de vários outros países. As mulheres que bebem regularmente uma taça de vinho têm 50% menos chances de desenvolvê-lo.

A FUGA DAS RUGAS

Por que alguns SPAs enchem suas banheiras com vinho tinto? A ideia é aproveitar os efeitos dos antioxidantes, que poderão retardar um pouquinho os efeitos do envelhecimento na pele.

PODE SORRIR!

Os polifenóis, ou compostos fenólicos, são outro tipo de substâncias antioxidantes do vinho tinto. Deixam as gengivas mais fortes e protegidas de inflamação, além de reforçar o esmalte dos dentes. Detalhe: o vinho tem de ser dos bons e feito com uvas viníferas, não aquele tipo “suave” que deixa a língua lilás...

CABELOS CHEIOS E BONITOS

O resveratrol presente no vinho tinto é um amigo dos cabelos, impedindo carecas prematuras e permitindo melhor circulação dos vasos sanguíneos, o que reduz o risco de caspa. Vai uma massagem na cuca com Cabernet?

Hikayeyi okudun
Story cover
tarafından yazıldı
Writer avatar
juliana.saad
Jornalista especializada em Viagem, Estilo de Vida e Luxo. Percorre o mundo em busca dos destinos, pessoas e experiências mais interessantes do planeta.