BEM-ESTAR

9 dicas de última hora para correr a São Silvestre

Lilis Sobral
Autor
Lilis Sobral

Qual é o grande evento internacional que acontece todos os anos, religiosamente, dia 31 de dezembro? Se você é um aficionado por esportes, provavelmente passou batido pela “noite da virada” e logo pensou: Corrida Internacional de São Silvestre.

9 dicas de última hora para correr a São Silvestre

92ª Corrida Internacional de São Silvestre, em 2016 (Agência Brasil)

No último dia do ano, corredores de primeira viagem se unem aos mais experientes atletas para voar (ou só caminhar, tá tudo bem) por 15km na cidade de São Paulo. Todos eles têm algo em comum: se preparam o ano todo para esse momento.

Se você vai participar pela primeira vez dessa que, apesar de curta, é uma das corridas de rua mais famosas do mundo, com certeza o treino já faz parta da rotina há alguns meses. Mas tem mais algumas coisinhas que podem ser feitas para tornar a tarde do próximo domingo ainda mais especial.

Confira:

1) Não invente moda para os pés

Nada de cortar a unha de um jeito diferente, lixar aquele calo chato ou testar qualquer outra coisa. Mesmo que pareça algo para aumentar seu conforto, não dá para saber 100% como seu pé vai reagir às mudanças no meio da corrida. Ao invés de ajudar, essas ações podem prejudicar o desempenho dos corredores.

2) Não estreie tênis novos

É sempre importante manter os tênis em dia, trocando quando necessário, para conservar o poder de absorção de impacto. Mas por favor, não faça isso na véspera! Corra com um tênis que você já conhece bem para garantir conforto e boa pisada no meio da pista.

3) Apesar da ansiedade, tente ter uma boa noite de sono

Sim, é difícil dormir quando sabemos que algo tão incrível quanto uma São Silvestre vai acontecer no outro dia. Mas nenhum corpo cansado consegue ir muito longe. Adote técnicas do tipo tomar chá sem cafeína (por exemplo, camomila) e evitar televisão e computador antes da cama.

4) Jante carboidrato

Carboidrato é fonte primária de energia para atletas de alta performance, mas um jantar à base do nutriente é também motivo de pânico entre adeptos de dietas restritivas. Esqueça isso e comece a colocar carboidratos no seu corpo desde a noite anterior.

5) Capriche no café da manhã

A lógica é: você abastece o carro antes de pegar a estrada para uma viagem de férias, certo? Então deve fazer o mesmo com seu corpo e dar combustível. O jejum não é uma boa ideia antes dos 15k, mas é importante escolher alimentos de fácil digestão, como pão integral, ou frutas como a banana, que ainda por cima evita câimbras.

6) Hidrata-se desde já

A famosa regrinha do “tomar muita água” não pode ficar de fora. Mas só encher a barriga antes da largada não vai adiantar (e ainda pode causar desconforto ao correr). Mantenha o corpo hidratado com o consumo regular de água ao invés de descontar tudo num litrão pré-corrida. Isotônicos também ajudam, mas pelo alto nível de sódio, devem ser consumidos com moderação.

7) Não treine na véspera

Acredite: quem se preparou por meses não vai sentir diferença com um treino 24 horas antes da corrida. Melhor deixar o corpo descansar.

8) Se beber, não corra

Sim, 2017 foi um ano difícil. Mas sério: não beba para esquecer antes da São Silvestre. Praticar esporte de ressaca não só afeta o desempenho como é perigoso para a saúde. E lembre-se que 15km são um stress relevante para seu corpo, que ainda vai estar se recuperando a noite. Não vale a pena exagerar no pós-corrida. Podemos combinar só uma tacinha de champanhe?

9) Cuidado com fantasias e adereços

Muita gente adora se fantasiar para a corrida tradicional de São Paulo e isso é lindo! Mas tecidos muito quentes e fechados podem causar desidratação, desconforto e mal-estar.

E se correr a São Silvestre 2018 está nas suas resoluções para o ano que vem, comece aqui:

#saúde #esportes #corrida #dicas