BEM-ESTAR

Como se livrar do efeito sanfona - de um jeito saudável

Lilis Sobral
Author
Lilis Sobral

Devagar e sempre, é possível cuidar do corpo e manter as conquistas

Como se livrar do efeito sanfona - de um jeito saudável

Flickr / franchise opportunities

Se tem uma expressão que quem vive de dieta conhece, esta é “brigar com a balança”. As idas e vindas do peso se transformam, até no nome, numa batalha. Mas não precisa ser assim.

Com um pouco de paciência – e muito amor ao corpo – dá para identificar o que está causando em você o tal do efeito sanfona e minimizar bastante – ou até eliminar – o espaço que ele tem na sua vida.

Escolha uma dieta sustentável
Sabe aquela história de que o que vem fácil, vai fácil? Pois é. O método escolhido para emagrecer tem tudo a ver com o por quanto tempo você vai conseguir manter um peso saudável.

Uma dieta bastante restritiva com certeza vai eliminar quilos extras mais rapidamente. Porém, será muito mais difícil de manter e, ao final, existe uma grande chance das tais “recaídas” ficarem mais frequentes e você voltar ao peso antigo.

Considere fazer reeducação alimentar ao invés de dieta. De preferência, com um nutricionista ou outro tipo de apoio profissional por perto, como os grupos de apoio especializados. Talvez você precise de alguns meses a mais para alcançar seu objetivo, mas aprender a comer de maneira saudável, sem exageros e sem passar vontades, é um ensinamento mais fácil de levar para a vida inteira.

Pratique exercícios
Sim, é aquela velha história. Mas a questão é que muita gente pega pesado na atividade durante o processo de emagrecimento e, uma vez atingido o peso almejado, larga de vez a prática esportiva.

Ao invés disso, procure um exercício que você realmente se identifique e comprometa-se com um objetivo real de frequência para manter esse hábito para o resto da vida (e não só pela dieta).

Considere fazer musculação

Puxar ferro ajuda a diminuir o efeito sanfona. Isso porque a musculação acelera o processo de substituição da gordura pela massa magra (músculos) no corpo. Mas atenção: quem investe na musculação vê o número da balança aumentar bastante (porque músculo é pesado), ainda que as medidas fiquem menores. Então se optar por investir no exercício, não caia no erro de depositar sua atenção apenas nos quilos.

Escolha um objetivo possível
Ser saudável é ser realista. Para definir o tal do “peso ideal” não podemos nos basear nas musas fit do Instagram, modelos ou atrizes. A rotina (e, provavelmente, o metabolismo) destas mulheres tem particularidades e características que certamente são diferentes das suas. Tudo isso, com o perdão do trocadilho, deve ser pesado na balança. Trace uma meta que seja realmente possível, respeitando seu estilo de vida, altura e saúde.

Visite seu médico

Se você está com alimentação em dia e conseguiu dizer não ao sedentarismo, mas, mesmo assim, o peso não acompanha seu novo estilo de vida, algo mais profundo pode estar acontecendo. Várias doenças e síndromes, como o hiper e hipotireoidismo, por exemplo, podem mexer com nosso corpo e nos levar a engordar ou emagrecer muito, independente dos hábitos saudáveis. Se é seu caso, procure um médico e mantenha as consultas em dia.