BELEZA

Não faça como Anitta: biquíni de fita isolante é uma péssima ideia para saúde

Autor

Tomar sol para "ficar com marquinha" como no clipe "Vai Malandra" pode gerar vários problemas de pele

Não faça como Anitta: biquíni de fita isolante é uma péssima ideia para saúde

(Imagem: Reprodução / YouTube)

O biquíni de fita isolante é um frenesi, especialmente no Rio de Janeiro. A moda consiste em marcar o corpo com fita adesiva e – quase que literalmente – fritar no sol para buscar a tal da marquinha perfeita.

A ideia é antiga, mas vem chamando atenção com famosas como Anitta, que usou o modelo para gravar o clipe de Vai Malandra, lançado nesta segunda-feira.

A técnica virou até empreendimento. O clipe da Anitta foi gravado na laje de Erika Romero Martins, uma empreendedora que tirou a ideia das areias da praia e montou uma verdadeira clínica de bronzeamento natural em sua laje em Realengo, no Rio de Janeiro.

As clientes (algumas você pode ver no clipe) chegam e têm o biquíni montado, o óleo bronzeador aplicado uniformemente pelo corpo e o tempo de virar de frente ou de costas cronometrado. Até regar as mulheres que ela chama de “plantinhas” para aliviar o ardor da pele ela (ou suas funcionárias) rega.

Além de Anitta e das clientes de Erika, Simone, que faz dupla com a irmã Simaria, também já fez o tal do bronzeamento. A cantora postou em suas redes sociais uma versão com fita adesiva do modelo, e escreveu: 

“A gordinha hoje fez um bronze de responsabilidade!!!”

A gordinha hoje fez um bronze de responsabilidade!!!

A post shared by simoneses (@simoneses) on

Pois aí que está: esse tipo de técnica é tudo, menos responsável.

Sol x Pele

É até estranho falar sobre os riscos de queimar o corpo no sol hoje em dia. Em teoria, todo mundo já está cansado de saber. Mas diante de modas como esta ganhando cada vez mais espaço, é importante ressaltar os perigos.

Os problemas mais simples que a exposição indiscriminada ao sol pode causar na pele são: ressecamento, manchas, envelhecimento precoce e aparecimento de bolhas. O mais grave é o câncer de pele.

Vitamina D

Isso não significa que você nunca mais possa sair no sol. Usando protetor solar alto (ao menos fator 30) e respeitando os horários seguros (até 10h e após 16h), dá para aproveitar os benefícios do sol no corpo. Também é importante lembrar de retocar o protetor sempre. O ideal é a cada duas horas ou quando entrar na água.

O protetor cuida da pele mas pode ser uma barreira para o corpo na hora de absorver vitamina D. Para isso, até 15 minutos sem proteção e dentro dos horários seguros são suficientes.

Existe bronzeamento seguro?

O natural, não. Se a pele mudou de cor, significa que ela foi queimada. E se ela foi queimada, foi danificada, ainda que em menor nível. Quando tomamos sol nos horários de menor incidência de raios nocivos, as chances são de não termos a pele bronzeada, mas pelo menos teremos ela sempre saudável.

Também é importante lembrar dos riscos da versão “hi-tech” da laje. As câmaras de bronzeamento, que ficaram famosas cerca de dez anos atrás, são tão ruins ou até mais nocivas para a pele do que o sol.

Um estudo da Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer (IARC), ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), mostrou que o aparelho aumenta em 75% o risco do desenvolvimento de melanoma (tipo de câncer de pele) em quem se submete ao procedimento até os 35 anos de idade. Conclusão: a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu o uso da técnica em 2009.

A proibição gerou muita polêmica: salões que haviam investido alguns milhares na caríssima cama entraram com ações judiciais pendentes até hoje. Alguns lugares fizeram pior e seguiram fazendo o bronzeamento artificial na clandestinidade mesmo. Todas péssimas ideias também.

Mas e a marquinha?

Para quem não abre mão de ter a cor do verão estampada, existem algumas alternativas mais seguras. Os autobronzeadores que funcionam como uma espécie de tinta temporária evoluíram muito. Os produtos têm até versões que podem ser aplicadas em casa e não mudam a estrutura da pele. Algumas marcas mais conceituadas lançaram inclusive versões com dupla função, que hidratam o corpo, e testadas dermatologicamente.

Para o rosto, também existem autobronzeadores específicos. Uma opção ainda mais suave é usar a maquiagem ao seu favor, abusando de pós bronzeadores e do famoso contorno facial.

#Anitta #YouTube #Celebridades #Saúde #Beleza #Verão