OUTROS

Mais produtivos e com melhor formação, "Millenials" são mal pagos nos EUA

Luis Felipe dos Santos
Author
Luis Felipe dos Santos
Mais produtivos e com melhor formação, "Millenials" são mal pagos nos EUA

As pessoas que têm 30 anos de idade hoje são 70% mais produtivas e têm 50% mais formação que pessoas que tinham 30 anos de idade em 1984, mas ganham a mesma coisa por hora, nos Estados Unidos. Os motivos principais: continuam pagando pelos financiamentos estudantis e não se unem por melhores salários. As conclusões são do Center of American Progress (CAP), publicadas na quinta-feira.

Ajustados pela inflação, os valores chegam a US$ 19,32 por hora em 2014, enquanto esse valor era de US$ 18,99 em 1984. Em 2004, o valor era de US$ 20,63. Ao mesmo tempo, em 1984, 25,3% das pessoas com cerca de 30 anos tinham diploma universitário, enquanto esse percentual cresceu para 38,2% em 2014. A produtividade por hora é 69,6% que em 1984.

“Os 'millenials' passaram a maior parte do seu tempo de trabalho em um mercado tomado pelo desemprego, com sindicatos do setor privado praticamente ausentes”, afirma Brendan Duke, do CAP. “Não importa quantos livros um trabalhador lê; negociar um aumento em 2016 é mais difícil sem um mercado de trabalho saudável. Empregadores não aumentam salários porque são generosos; eles aumentam porque não têm outra opção para contratar e reter trabalhadores qualificados”. Apenas 5,6% dos “millenials” que trabalham hoje são cobertos por um sindicato, contra 17% em 1984.

De acordo com o centro, uma das possibilidades para diminuir esse abismo é a igualdade de gênero. “A paternidade aumenta 14% os salários, mas a maternidade reduz em 7%. Os EUA são o único país do mundo onde não há garantia de licença-maternidade, e o cuidado sobre os filhos é extremamente oneroso para os pais. Isso faz com que as mães assumam, quase sempre, trabalhos de meio-turno com gastos maiores. Leis que facilitem a licença-maternidade e os auxílios-creche são fundamentais para acabar com esse abismo”, afirma Duke.

Saiba mais: