Fashionices
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fashionices
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fashionices
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

COMFY LOOK, A TENDÊNCIA QUERIDINHA DO INVERNO.

GuiadeEstilo
há um ano1 visualizações

Eu adoro falar para vocês que está frio né? AHAHAH mas o post de hoje tem tudo a ver com o frio. Porque, o que todo mundo quer de verdade no inverno, (ou quase todo mundo) é ficar de pijama ou de moletom atirado no sofá ou de baixo das cobertas. Eu, inclusive!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Mas como seu desejo é uma ordem no mundo da moda, temos um trend alert bombando por aí. Ela se chama, "Comfy Look" e nada mais é que um look cheio de estilo e super confortável (lê-se: você pode até usar seu pijama.) Um look mais básico, para enfrentar dias frios, passeios, viagens longas, enfim, até sair um pouco do glamour do salto alto. Então preparamos 5 comfy looks para vocês, AHAZAR como de costume. #comfylook #style #girls #fashionices #streetstyle

 1. COMFY VIAGEM: Peça super básica, jeans, camiseta branca, blazer. Aqui o estilo está nos pés. Tênis branco (super tendência) para deixar o look fashion.

COMFY LOOK, A TENDÊNCIA QUERIDINHA DO INVERNO.

2. COMFY, INVERNO COM CHUVA: O look da vez é voltado para chuva e frio, ele é um look comfy pelos tecidos utilizados, que dão a impressão de conforto (e com certeza estava). Casaco de lã maxi com moletom é uma boa pedida para dias frios, com meia calça e saia então, nem se fala. A Hunter Boots (galochas) aí quebram o degradê de cinza e preto e deixam tudo mais descontraído.

COMFY LOOK, A TENDÊNCIA QUERIDINHA DO INVERNO.

3. COMFY PODRINHO: Aquele moletom velho, gostoso, com aquela calça que já desbotou e um toque especial no hair com aquele coque podrinho. Tá tudo lindo, confortável e cheio de atitude.

COMFY LOOK, A TENDÊNCIA QUERIDINHA DO INVERNO.

4. COMFY MALHA: O look é todo trabalhado na malha, e o que transforma ele é a jaqueta de couro, ela praticamente entra como um acessório.

COMFY LOOK, A TENDÊNCIA QUERIDINHA DO INVERNO.

5. COMFY GÓTICA: De novo um comfy look bem despojado e com acessórios de estilo, óculos e tênis, fazem toda a diferença nessa produção.

COMFY LOOK, A TENDÊNCIA QUERIDINHA DO INVERNO.

Depois dessas dicas, dá para sair com a roupa de netflix com certeza. Monta teu comfy look e sai pra rua pra aproveitar esse friozinho delícia.

ESSA QUESTÃO DE GÊNERO.

GuiadeEstilo
há um ano3 visualizações

Na semana passada tivemos um caso que repercutiu muito pelas terras tupiniquins.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Uma cantora evangélica (leu bem em!) dando sua opinião, sobre: Gênero. Na sua publicação ela se dizia indignada com a "passividade das pessoas em aceitarem a imposição da ideologia de gênero (sic)". 

BUT, não viemos falar sobre ela, até porque TODO MUNDO já deu sua opinião (todo mundo mesmo). Viemos sim falar, sobre gênero, e os termos que invadiram o mundo da moda: gender-bender  (além-gênero, em tradução livre) ou genderless (simplesmente, sem gênero, em tradução livre ). A moda vem brincando a muito tempo com a questão de gênero, e ultimamente tudo tem ficado muito mais visível, e convenhamos isso é maravilhoso. E vou te explicar um pouco porque!

Tudo começa lá por 1920, quando a pioneira na moda unissex Coco Chanel, ousou lançar sua coleção com peças inspirada no guarda-roupas MASCULINO. Essas peças como camisa bretão, calça pantalona desfilaram muito bem em corpos femininos. A partir daí uma penca de mudanças foram acontecendo. THANKS COCO <3

Mudanças essas que fizeram e fazem a moda se reinventar. Entra temporada, sai temporada e sempre estamos pegando uma peça deles para elas, uma delas para eles e assim vai. Mas essa questão de gênero, não é mais ( ou talvez, nunca foi) uma questão de estilo. Ela caminha nas veredas da personalidade, do encontro do individuo com ele mesmo, tem a ver com a ruptura dos estereótipos sobre as formas tradicionais de gênero.  A moda vem sendo um agente de inclusão e diversidade, e isso é lindo! Um exemplo fortíssimo dessa desconstrução foi um dos desfiles da temporada de inverno 2016 (na gringa), onde polêmico Rick Owens desconstruiu os valores tradicionais de virilidade do vestuário masculino ao apresentá-los na passarela com túnicas que deixavam os pênis à mostra.

ESSA QUESTÃO DE GÊNERO.

O mundo fashion pirou e ficou chocadíssimo, mas voltamos a falar desse movimento com uma força muito maior. E também voltamos a nos perguntar onde a moda e a cultura do gênero vai parar e nos levar? Será que vamos conseguir desconstruir tudo isso? ( que venha a nova geração <3 )

Quem não lembra do modelo Andrej Pejic (agora Andreja Pejić), ele começou uma carreira de sucesso por poder caminhar por esses dois mundos, o feminino e masculino, abrindo portas para muitas(o) modelos trans.  Hoje mulheres já vivem nas seções masculinas ( eu me perco muito por elas) e nessas compras básicas, acabamos por desconstruir a silhueta imposta por padrões de beleza da sociedade ( mas isso vamos conversar outra hora).  A importância desse movimento para o varejo é muito significativa, não é um processo que irá acabar como uma simples tendência e sim um processo, como já disse acima, de ruptura de esteriótipos. Voltamos ao que nos trouxe aqui, a campanha da C&A  (a qual a cantora dá sua opinião)que vem trazendo a ruptura do gênero lindamente.  

Você meu queridX pode ser o que bem quiser (desde que seja uma pessoa do bem), PODE VESTIR O QUE BEM entender, e a moda está aqui para isso. Os gender-bender estão saindo das artes, das passarelas para ganhar definitivamente o mundo, as ruas a vida. A moda vem desmistificando padrões de cor, raça e conspirando a favor de um mundo sem preconceito e livre, como você DEVE SER!  LIVRE

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por