OUTROS

Rococó Style

Maiara Andressa Bonfanti
Author
Maiara Andressa Bonfanti

Imagina você, ter que sair de casa aos 14 anos, para um casamento forçado, sendo mandada a outro país, tendo um marido que a rejeita, costumes novos e o seu casamento ser uma grande manobra política? Pois bem, já sabe de qual filme estamos falando?

Um beijo pra você que disse Marie Antoinette, o filme aclamado pela crítica e vencedor de um Oscar de melhor figurino em 2007, foi dirigido por Sofia Coppola e a figurinista que eu amo Milena Canonero. Um obra centrada na vida excêntrica da monarquia, deixando um pouco de lado o contexto histórico da Revolução Francesa, trazendo uma visão mais humana da rainha que era considerada por muitos fria, fútil e fracaPor meio de roupas, sapatos e penteados, a rainha se impôs, colocando-se acima de qualquer mulher francesa. Vamos falar um pouquinho desse figurino que, se transforma em um quadro vivo do século XVIII. E quem não viu ainda tem trailer aqui!

Maria Antonieta foi conhecia pelas roupas que usava e seus penteados gigantescos os poufs que chegavam a quase 1 metro de altura. No filme, se é muito bem transmitido os seus 4 momentos dentro da monarquia francesa. A saída de sua terra natal, quando ela começa a assumir o controle de sua própria situação, o nascimento dos filhos e a chegada da revolução.

Rococó Style

No inicio do filme a chegada em Versalhes, até o acontecimento do casamento, nos deparamos com pouco diálogo. Mas o ritual da vestimenta matinal em que a Delfina era arrumada pela nobreza nos faz delirar,  ao ver a grande gama de cores quentes, tons pastéis com flores e enfeites por todas as partes.

Rococó Style
Rococó Style
Rococó Style
Rococó Style

Quando Maria enfim se casa a personagem começa assumir o controle e surge uma nova explosão de cores, camadas, corpetes, saias, adornos, babados, broches e um lindo "All-Star" que faz uma "ponta" no filme representando a sua passagem para o mundo adulto.

Rococó Style
Rococó Style
Rococó Style
Rococó Style
Rococó Style

Em sua fase campestre (onde se refugiou no Trianon) surge o abandono do espartilho e a preferencia por roupas e tecidos leves, sem grandes adornos em um clima camponês. As cores dos figurinos eram sóbrios e tons pastéis, refletindo visivelmente seu estado de espirito.

Rococó Style
Rococó Style
Rococó Style
Rococó Style

No momento final do filme, os dias de luto se fazem presente e o abandono das cores claras fica visível, começa então a utilização do preto e o filme é tomado por uma atmosfera de melancolia. (Nesse momento Maria era completamente odiada, tanto pela nobreza quanto pelo povo)

Rococó Style
Rococó Style

Esse filme é incrível e na época de estreia rendeu documentários e um editorial maravilhoso feito pela Vogue Americana. Outra coisa muito legal é que muitas tomadas do filme foram rodadas em partes restritas de Versalhes, porém a mobília não é original.

Rococó Style

Eu ainda poderia ficar aqui escrevendo mais um MILHÃO DE COISAS. Mas deixo para vocês a oportunidade de se imergir ao mundo dessa mulher fantástica e tirarem suas próprias conclusões.