TECNOLOGIA

Algoritmo ensina drone a não esbarrar nas coisas

Marco Zanni
Автор
Marco Zanni

Com o sistema, você pilota a distância sem causar acidentes, nem destruir a nave.

Algoritmo ensina drone a não esbarrar nas coisas

(Foto: Divulgação/Universidade de Zurique)

Num futuro próximo, você vai pedir uma pizza, e quem vai entregar não será o motoqueiro - e sim um simpático drone. Então é bom garantir, desde já, que a pequena nave não tripulada não saia esbarrando nas pessoas no meio do caminho, nem dê de cara com a porta da sua casa, quando chegar carregando a encomenda.

Um time de pesquisadores da Universidade de Zurique, na Suíça, está tratando de resolver esse problema. Eles desenvolveram um algoritmo que confere aos drones características de carros autônomos. Assim, as naves podem voar pelas ruas, na mesma altura dos pedestres e veículos, respeitando as leis de trânsito e sem causar acidentes.

Nos planos dos engenheiros, o DroNet será um programa pronto para ser instalado em qualquer drone com câmera e GPS. Ele acessará um banco de informações colhidas por carros e bicicletas para navegar pelo mapa da cidade. Filmando tudo, ele terá a capacidade de tomar decisões de acordo com o ambiente - desviando dos obstáculos, parando no farol vermelho ou mantendo-se na faixa correta, por exemplo.

O software é um passo rumo aos drones totalmente autônomos. Mas, em princípio, ele deve servir como um assistente contra colisões. Isso significa que o usuário pilotará remotamente, mas o objeto voador tomará algumas decisões sozinho, freando em emergências ou saindo do caminho de um motoqueiro.

Por enquanto, as naves equipadas com esse programa voam lentamente, como é possível observar no vídeo abaixo. O próximo passo da pesquisa é melhorar o algoritmo, permitindo que os drones tomem decisões mais rapidamente e funcionem de maneira segura quando a velocidade de voo for maior.