TECNOLOGIA

GM vai botar carros autônomos para rodar na caótica Nova Iorque

Yazar

Para testar sua tecnologia no trânsito maluco da cidade, a empresa vai ter que pagar escolta policial e seguro milionário contra acidentes

GM vai botar carros autônomos para rodar na caótica Nova Iorque

(Foto: Divulgação/GM)

Quantas buzinadas um carro autônomo levaria andando no congestionamento louco de uma grande cidade como Nova Iorque? Ninguém ainda pagou para ver, mas a GM está prestes a colocar seu Chevy Bolt que dirige sozinho bem no centro de Manhattan, uma das maiores aglomerações de automóveis - e de gente - dos Estados Unidos.

O teste de fogo para a tecnologia da Cruise Automation (divisão de veículos autônomos da General Motors comprada por mais de US$ 1 bilhão ano passado) vai começar em 2018. E o estado de Nova Iorque pegou pesado nas exigências para garantir a segurança da população enquanto a empresa faz seus experimentos por lá. É o contrário do que faz a maioria dos governadores em outras regiões do país, que afrouxam leis para receber esse tipo de ação das grandes empresas.

Vai funcionar assim: o carro terá, o tempo todo, duas pessoas a bordo. Além disso, a empresa vai ser obrigada a pagar uma escolta policial sempre que o veículo for para as ruas. Para cada automóvel usado nos testes, a GM também vai precisar pagar um seguro de US$ 5 milhões, para o caso de a cidade ter prejuízos com acidentes. No contrato com o governo, a Cruise também se compromete a abrir um escritório no local.

Para o CEO da Cruise, Kyle Vogt, todos esses investimentos e cuidados vão valer muito a pena. “Nova Iorque vai nos dar oportunidade de expor nosso software a situações não usuais, que vão melhorar nossas ferramentas muito rapidamente", afirmou em comunicado do governador Andrew Cuomo. Em princípio, o teste vai durar um ano.