REDES SOCIAIS

Clamor pela demissão de Johnny Depp viraliza no Twitter

Micheli Nunes
Author
Micheli Nunes
Clamor pela demissão de Johnny Depp viraliza no Twitter

Depois de ser acusado de violência doméstica pela ex-mulher, que foi fotografada com o rosto roxo, e aparecer em um vídeo sendo verbalmente abusivo, o ator Johnny Depp já estava com a imagem bastante desgastada, mas era só o começo. Uma série de escândalos envolvendo seu nome foram surgindo por todos os lados no último ano, incluindo uma declaração de falência, a demissão de sua agente, um processo contra seus consultores financeiros e a exposição de seus hábitos excêntricos e milionários. Mas o ápice da impopularidade do ator está acontecendo agora mesmo, com a hashtag #FireDepp (#DemitaDepp) bombando no Twitter.

Apesar de todos os seus atos questionáveis, e inclusive criminosos, ironicamente, a gota d'água no mar de escândalos aconteceu na última quinta, no festival de Glastonbury, na Inglaterra, quando o ator fez uma piada sobre matar Donald Trump. "Quando foi a última vez que um ator matou um presidente", disse ele, referindo-se ao assassinato de Abraham Lincoln, que foi executado por um ator. "Talvez seja hora disso acontecer de novo", completou Depp, enfurecendo os defensores de Trump. 

Logo Depp publicou MAIS UM pedido de desculpas. Porém, a internet não perdoa, e a hashtag #FireDepp chegou aos trending topics neste sábado. Os tuítes dirigiam-se à Disney, que acaba de lançar mais um filme da franquia Piratas do Caribe com o ator no papel principal, e à JK Rowling, que teve o ator como vilão do longa Animais Fantásticos e Onde Habitam, do universo de Harry Potter. Conservadores, liberais, feministas, pessoas de direita e esquerda voltaram-se contra o ator, que conseguiu a façanha de enfurecer todo mundo ao mesmo tempo. 

Pois é, parece que dificilmente o antes queridinho do público conseguirá recuperar sua imagem.