Homens passando vergonha
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Homens passando vergonha
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Homens passando vergonha
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Inacreditável: Chris Brown culpa Rihanna por tê-la espancado

Micheli Nunes
há 2 meses15.5k visualizações
Inacreditável: Chris Brown culpa Rihanna por tê-la espancado
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Imagem: Divugação

Nunca subestime a cara-de-pau de um homem agressor. Principalmente se ele for famoso e/ou poderoso. É o caso do rapper Chris Brown, que mesmo provando que é um ser humano desprezível, continua assinando contratos, vendendo discos e fazendo parcerias. Para quem não se lembra, em 2009 Chris Brown espancou a popstar Rihanna, então sua namorada, deixando seu rosto completamente desfigurado. Oito anos depois, ele agora aparece de novo nas manchetes, dizendo que foi Rihanna quem provocou a briga que levou ao espancamento, e afirmando que ela  "o deixou furioso" cuspindo sangue nele.

Em alguns trechos do documentário "Chris Brown: Welcome To My Life", produzido pelo próprio cantor e divulgado no site TMZ, ele dá a "sua versão" da briga. Segundo Brown, a cantora teria começado a discussão por motivo de ciúmes. "Ela começou a me bater e eu fui ficando com raiva e comecei a ser maldoso. Foi quando eu fechei a mão e parti o lábio dela. Eu me senti um monstro", disse o artista no documentário. Mas apesar de se sentir "um montro", Chris Brown não parou de bater na namorada. "Ela cuspiu sangue na minha cara e eu fiquei ainda mais enfurecido e continuei batendo nela. Foi aí que ela agarrou as minhas bolas e eu mordi seu braço, eu acho".

Segundo o depoimento da própria cantora, Rihanna conseguiu sair do carro e começou a gritar que ele estava tentando matá-la. Ela foi socorrida e a foto de seu rosto desfigurado, tirada pelos médicos legistas, foi parar nas manchetes de todo o mundo. Brown chegou a ser preso, mas respondeu em liberdade e foi condenado a apenas cinco anos de liberdade condicional. Em 2012, ele fez uma tatuagem de uma "caveira mexicana" em seu pescoço, mas o desenho é estranhamente parecido com o rosto machucado de Rihanna, dando a entender que ele se orgulha do acontecido:

Inacreditável: Chris Brown culpa Rihanna por tê-la espancado

Imagem: Reprodução/TMZ

Todo o documentário tenta mostrar uma versão pacífica, carinhosa e arrependida de Chris Brown, o que não cola com a imagem de gangster agressivo que ele ainda passa no palco e em suas músicas. E mesmo se as alegações de que Rihanna também o agredia fisicamente forem verdade, nada justifica que um homem de 1,85m, e pelo menos 30kg a mais do que a mulher, bata em seu rosto até que ela fique desfigurada.

 

André Contini precisa ter três qualidades

Micheli Nunes
há 6 meses5.2k visualizações
André Contini precisa ter três qualidades
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

André Contini, colunista do Jornal Novo Tempo, da cidade de Garibaldi, fez um texto dizendo que mulheres - em geral - precisam ter três qualidades. Segundo ele, são regras que aprendeu com sua mãe: uma mulher não pode ser "relaxada", precisa ser "bonita", e precisa ser "equilibrada emocionalmente". É basicamente isso. Mas será que André é um especialista em gênero? Ou seria um psicanalista famoso? Não. André é físico, professor e faz um doutorado em engenharia mecânica. 

Se você tem estômago, o imbróglio inteiro está aqui:

André Contini precisa ter três qualidades

Mas já que André não é nenhum perito e se sentiu no direito de escrever, eu também resolvi fazer uma lista com três qualidades que eu gostaria que ele tivesse. Não tenho razão nenhuma pra isso, apenas uma certa irritação, senso de legitimidade que eu provavelmente não mereço, e uma plataforma. Igualzinho ao André. Então Vamos lá.

Primeiro, o André não deve ser machista. Pelo que já sabemos ele gosta de criar regras para mulheres em geral, como se seu critério fosse relevante. Impor o que dá na sua cabeça como comportamento necessário para todo o gênero feminino é machismo. Dizer que TPM é "desequilíbrio emocional" e sugerir um tratamento a base de chocolate e abraço também é. Não seja machista, André. Isso inclui apenas não tratar mulheres como um gênero inferior, achando que você tem direito de dizer o que elas podem ou não fazer. Nada mais. 

Segunda qualidade. O André deve, sempre que possível, não ser tão egocêntrico. Ele é físico, professor, estuda engenharia mecânica. Não deve se meter em assuntos de que não entende, como por exemplo comportamento feminino. E a sua opinião não é a mesma de todos os homens, mas mesmo se fosse, não estamos aqui para agradá-los. O mundo não gira em torno de seu umbiguinho mimado.

A última qualidade é ter mais humildade. Do jeito que o André fala parece que sua palavra é lei, mas independentemente do que sua querida mãe tenha ensinado, eu tenho uma novidade: ninguém liga pra a opinião do André. E já que estamos nesse assunto, o André deveria deixar pra colocar o seu doutorado nas suas credenciais quando terminá-lo. Pega mal se gabar de uma coisa que nem está garantida. Tipo médico do primeiro ano andando por aí de jaleco. É meio patético. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
micheli.nunes
Micheli é jornalista especialista em cinema, e escreve sobre filmes, séries de TV, feminismo e cultura pop há 9 anos.