MULHERES

Por que o filme da Mulher Maravilha é tão importante?

Micheli Nunes
Author
Micheli Nunes
Por que o filme da Mulher Maravilha é tão importante?

Finalmente a Mulher Maravilha ganhou um filme solo, 76 anos depois da criação da personagem. É quase inacreditável, mas ela nunca teve nem um mísero longa metragem. Nem aqueles toscos, dos anos 80. Enquanto isso, seus colegas heróis já colecionam dezenas de filmes. Por isso (e pelo histórico da DC) o debut da heroína nas telonas, vivida pela maravilhosa Gal Gadot, gerou muita expectativa e uma certa tensão generalizada. Se for mal nas bilheterias, isso poderá significar o congelamento de qualquer adaptação de HQs com mulheres no papel principal por muitos anos. Mas se o sucesso for atrelado à qualidade, podemos ficar aliviados, porque dessa vez a DC acertou e fez um filme primoroso.

Esse sucesso é crucial, porque a indústria cinematográfica em geral é conservadora, ortodoxa e consequentemente machista. As grandes produtoras ainda trabalham com conceitos ultrapassados e falsos, como o de que mulheres não gostam de filmes de ação, ou de que os homens teriam o poder de compra nas casas e não gastariam dinheiro com filmes de protagonistas mulheres. E mesmo com um monte de estatísticas provando o contrário, parece que falta coragem para investir em histórias femininas que não sejam romances. 

Esse paradigma está mudando lentamente. Franquias como Jogos Vorazes provaram que heroínas geram lucro. E a mudança vem junto com um crescimento do movimento feminista nas redes sociais, o que está criando consumidores mais conscientes e questionadores. Ainda assim, somente 29 dos 100 maiores longas de 2016 tiveram mulheres no papel principal. E quando falamos de adaptações de HQs a coisa fica ainda pior.

Parece que filmes como Mulher-Gato (2004) e Elektra (2005), que fracassaram na bilheteria por serem PÉSSIMOS, criaram a lenda de que super-heroínas (ou vilãs) baseadas em quadrinhos não funcionam nas telonas. O que curiosamente nunca foi uma questão para os heróis, pois mesmo quando algumas adaptações com protagonistas masculinos sofrem prejuízos homéricos, continua-se produzindo novos filmes. É o machismo clássico. Homens podem falhar um monte vezes e essas falhas serão atribuídas a causas diversas, mas se uma mulher falha é porque ela é mulher.

Por que o filme da Mulher Maravilha é tão importante?

É por isso que o sucesso do longa da Mulher Maravilha é tão importante. Uma boa bilheteria abriria caminho para mais produções com super-heroínas, o que teria um enorme impacto cultural. Uma protagonista como Diana mostra um papel social diferente para a mulher, no qual ela não apenas é dona da sua história, mas também salva o mundo com sua própria força. Isso mostra para meninas que ser forte, corajosa e independente são objetivos que mulheres podem e devem almejar. Prova que homens não são melhores, e que "lutar como uma garota" não deveria ser uma ofensa. Então, se você planeja ver um filme de ação no cinema nas próximas semanas, considere dar o seu dinheiro para este longa. A próxima geração de heroínas agradece.