QUE MOLIER
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
QUE MOLIER
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
QUE MOLIER
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

O novo clipe da Ana Cañas é um hino em nome das mulheres

Micheli Nunes
há 5 meses1.5k visualizações
O novo clipe da Ana Cañas é um hino em nome das mulheres
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

"A dor é sua, a culpa não é sua, mas ninguém vai te dizer. E o cinismo obtuso daquele cara confuso eu vou esclarecer: abuso", diz a letra da poderosíssima música Respeita, da cantora Ana Cañas. O clipe, que foi lançado no último sábado, não fica devendo. Nada menos que 86 mulheres feministas, inclusive a própria Maria da Penha, cujo abusador a queimou, espancou e deixou numa cadeira de rodas, evidenciando a necessidade de uma lei que mais tarde levaria seu nome.

O manifesto é doloroso de ouvir. Fala de estupro, violência doméstica, e todo tipo de abuso que nós mulheres sofremos todos os dias. Segundo Ana, as mulheres que participaram foram instruídas a pensar nas violências que sofreram por serem mulheres, logo antes da câmera começar a rodar. As reações, que variam entre introspecção, raiva e choro, foram costuradas num clipe intimista e tocante.

"Quando fui escrever a letra de 'Respeita', que fala sobre algo que infelizmente é verdadeiramente meu, me questionei porque levei 20 anos para ter coragem de dizer que também sou vítima de assédio sexual", compartilhou a cantora em seu instagram. Além de Ana, participam do clipe outras cantoras, atrizes e ativistas, como Elza Soares,  Laura Neiva, Zélia Duncan, Júlia Lemmertz, Karina Buhr, Maureen Bisilliat, Carmen Silva, Sophie Charlotte e Eliane Dias. Vale a pena assistir:

Serena Williams ganhou o Australian Open GRÁVIDA e ainda tem que escutar bobagem

Micheli Nunes
há 5 meses457 visualizações
Serena Williams ganhou o Australian Open GRÁVIDA e ainda tem que escutar bobagem
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Uma das maiores figuras do esporte atual é uma mulher negra. E isso é um fato que algumas pessoas não parecem querer aceitar tranquilamente. Serena Williams é a tenista viva que mais tem títulos em simples, duplas e duplas mistas. Ela ganhou seu 23º Grand Slam - nome que se dá quando um tenista leva o primeiro lugar no Australian Open, em Roland Garros, em Wimbledon e no US Open no mesmo ano - em janeiro deste ano. E quando a atleta anunciou a gravidez em abril, no snapchat, as pessoas fizeram as contas e perceberam que ela já estava esperando seu bebê durante o Australian Open. 

Daí o festival de babaquice começou... 

Teve de tudo. Desde os clássicos comentários maldosos sobre seu corpo, que vão de pessoas dizendo que ela está muito gorda até acusações de dopping, e de que ela na verdade seria um homem. E não estamos falando apenas de pessoas idiotas da internet. A própria imprensa não se cansa de pegar no pé de Serena. A revista New Scientist chegou a alegar que a gravidez teria ajudado a atleta, como um tipo de doping legalizado! Oi???

Serena Williams ganhou o Australian Open GRÁVIDA e ainda tem que escutar bobagem

Isso sem mencionar as dezenas de insinuações da mídia ao redor do mundo, de que sua carreira teria - finalmente - chegado ao fim por causa da gravidez. Serena é a prova de que mulheres, e sobretudo mulheres negras, nunca deixam de ser questionadas e precisam se provar constantemente. Ela já ouviu de jornalistas que precisava sorrir mais, que tinha escolhido "ficar menos atraente" para ser uma atleta melhor, e, ano após ano, que sua carreira estaria chegando ao fim, apenas para ganhar campeonato depois de campeonato.

Serena supera tudo. Já enfrentou problemas graves de saúde - teve coágulos nos dois pulmões ao mesmo tempo - sofreu racismo dentro e fora da quadra, e continua se erguendo sobre tudo isso. E por isso ela merece ser celebrada dez vezes mais. Mas isso não é motivo para aceitarmos a maneira como as pessoas falam dela e de outras atletas. Sempre que alguém decidir criticar a forma física de uma esportista, ou o fato dela não ser extremamente simpática e sorridente o tempo todo, ou as roupas que elas usam, lembre-se de Serena, e não deixe passar.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
micheli.nunes
Micheli é jornalista especialista em cinema, e escreve sobre filmes, séries de TV, feminismo e cultura pop há 9 anos.