OUTROS

A geladeira

my.juli
Author
my.juli

Há tempo procurava um apartamento. Há tempo procurava um espaço próprio. Há tempo procurava um lugar que pudesse se sentir confortável. 

Achou o apartamento. Era um apartamento velho, esquecido, quebrado e repleto de erros. Precisava de reforma. Mudanças. Consertos. Combinava com ela. 

Reforma planejada, foi um ano de paredes quebradas, gastos e reformas que eram necessárias. 

Dois relacionamentos já tinha começado e terminado e a reforma do seu espaço não terminava. Era uma começo sem fim.  

Um dia, as paredes foram pintadas, a luz entrou, canos novos instalados, água quente, batentes, janelas e rodapés foram trocados. A casa nova. 

Casa nova e vazia. Precisava preencher o vazio. 

Precisava comprar uma geladeira. Teria que ser uma geladeira especial, bonita para a cozinha nova, que combinasse, que ficasse perfeita no apartamento novo e na vida reformada. 

Não sabia que existem tantos tipos de geladeira. Invertidas, brancas, inox, portas duplas muitos litros, poucos litros. Qual seria a sua geladeira ideal?

Uma amiga experiente e de casa nova, orientou comprar uma geladeira grande. Muitos litros, congelador amplo. Uma geladeira de família. "Por que comprar uma geladeira grande se vou morar sozinha?"

A amiga, prática, respondeu: "Você hoje está solteira. Amanhã você está com filhos, vivendo com o seu namorado, e vai se arrepender de ter comprado uma geladeira pequena."

Ficou pensativa. Refletiu. A geladeira deveria representar como ela se sente hoje, ou que ela espera para a amanhã?

Foi consultar a opinião do namorado e ele foi objetivo: "Não gaste dinheiro com isso. Compre uma pequena. É o que tenho na minha casa e me serve bem."

Olhou para ele contemplativa. Olhou para o futuro. A visão ficou turva. 

Decidiu comprar uma geladeira pequena. Geladeira de pessoa solteira. 

Decidiu ficar solteira de novo.  

O apartamento novo está pronto. E ela ainda procura o lugar que se sinta confortável. 

A geladeira