CRIANÇAS

Bullying mata

NerdPai
Author
NerdPai

Quando faço post sobre bullying, sempre aparecem comentários que isso sempre existiu, bullying forma caráter e que essa geração merthiolate que não dói vai acabar com o mundo.

Claro que sempre existiu bullying e as pessoas  sobreviveram a ele, de uma forma ou outra. Podem ser que eles achem que estão bem, mas poderiam estar melhore se não tivessem passado por isso.

Porém essa minha pequena análise é subjetiva. Mas quando se trata de morte por bullying, a subjetividade não existe.

Bullying mata

Marta estava a três dias estudando na Escola Estadual em Cachoeirinha, na grande Porto Alegre. Desde o primeiro dia, sofria bullying. Aguentou as provocações por dois dias e ao revidar, acabou sendo morta por asfixia causada por enforcamento. (via)

Aqui não morre um pessoa, morre uma família. Morre o pai, a mãe, os tios e os avós. Bullyng mata e sempre matou, porém não tínhamos contato com esse tipo de reportagem. Muitas vezes era local, em uma pequena cidade, e as grandes mídias simplesmente ignoravam esse tipo de informação. Porém hoje com a conectividade, todos são mídias e notícias como essa estão com mais visibilidade. 

Precisamos falar de bullying sim. Precisamos lutar para que essa prática acabe. Pais, professores, educadores e alunos PRECISAM agir em conjunto para que as crianças possam ter paz em um momento tão importante de suas vidas.

Então se você sobreviveu ao bullying, parabéns. Mas não menospreze esse tipo de atitude. O bullying não te matou, mas pode matar. Tenha empatia, ok?