OUTROS

Solitude ,',

Observar '-'
Author
Observar '-'

Poderia eu ser
A solitude que tu buscas
Nos momentos que queres perecer
Quando a dura realidade te ofuscas?

A mesma que te faz
Derramar tão puras lágrimas
Lembranças ruins te traz
Te envenena com sórdidas lástimas

Mas tu és tão forte
E não estás só
Não teme nem mais a morte
O teu desespero tornou-se pó

Radiante fico eu
Quando vens até mim
Ignorando o que não é teu
Construindo o próprio fim

O amargo da vida estará lá
Com seu tempero característico
Mas adoçares este amargo tu poderá
Pois teu superar já é místico

Teu caminhar é sensato
Mesmo deparando-se com ilusões
Pois teu caminho é firme, isso é fato
Teu coração está cheio de leões

Poderia eu ser
O refúgio que tu constrói
O descanso do teu querer
Aquilo que nada mais destrói?

#Aliçu_Escritor