ESPORTES

A situação de Zidane no Real Madrid já não é nada confortável

Autor
A situação de Zidane no Real Madrid já não é nada confortável

(Divulgação / Real Madrid)

Zidane começou a temporada europeia muito em alta. Colecionador de títulos, recém-campeão da Champions League mais uma vez, ele levantava a Recopa Europeia diante do Manchester United de José Mourinho. Parecia que a lua de mel não teria fim. Mas não foi bem assim que aconteceu, não.

O time começou a cair muito de rendimento, as vitórias diminuíram. Complicou. Tanto que o técnico já está sendo devidamente fritado pela imprensa de Madrid em fogo brando. Depois do empate diante do Celta de Vigo, no último fim de semana, que deixou o time a 16 pontos do líder e rival Barcelona no Campeonato Espanhol, a chapa esquentou para Zizou.

A imprensa catalã, claro, sentiu o momento e pôs ainda mais pimenta na relação. Informou que Zidane preteriu a contratação de um novo goleiro para dar chance a seu filho, Lucas, de estar no elenco principal. E garantiu que o francês não vai permanecer para a próxima temporada: Joachim Löw, técnico da Alemanha, seria a principal opção.

Pressionado, Zidane aumentou a expectativa sobre sua continuidade no cargo.

"Tenho contrato renovado até 2020, mas isso não quer dizer nada", disse Zidane.

Ficou esquisito. A não ser que o time conquiste a Champions League mais uma vez, parece que a era Zidane vai chegar ao fim.