ESPORTES

Camisa 10 do Flamengo anuncia luta contra o câncer. Relembre outros casos

PTorre
Автор
PTorre
Camisa 10 do Flamengo anuncia luta contra o câncer. Relembre outros casos

No início da tarde desta terça-feira, o camisa 10 do Flamengo, o meia-atacante Ederson, anunciou que fora diagnosticado com um tumor nos testículos. Com isso, o jogador vai ser submetido a uma cirurgia e ficará afastado por tempo indeterminado. A doença foi descoberta quase por acaso: em três partidas do Campeonato Brasileiro, Ederson foi sorteado para o exame antidoping. Em duas o resultado foi positivo. Com a alteração nos exames de urina e o alto nível de um hormônio, o departamento médico do clube desconfiou da possibilidade do câncer, que foi confirmado após nova bateria de exames. Rapidamente, as redes sociais se encheram de solidariedade.

Clubes rivais do Flamengo e europeus nos quais Ederson jogou também entraram na corrente pelo #ForçaEderson

O caso de Ederson não é única no futebol. Outros atletas também tiveram de enfrentar o câncer, alguns também nos testículos. Relembre alguns casos.

1 - Robben

Camisa 10 do Flamengo anuncia luta contra o câncer. Relembre outros casos

Craque da seleção holandesa e do Bayern de Munique, o atacante foi detectado com um câncer nos testículos aos 20 anos, quando ainda jogava no Chelsea, da Inglaterra. Foi submetido a uma cirurgia e voltou a atuar com grande destaque depois de algum tempo.

2 - Jonas Gutiérrez

Camisa 10 do Flamengo anuncia luta contra o câncer. Relembre outros casos

Lateral-direito da seleção argentina de Maradona na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, Jonas foi diagnosticado com um câncer de testículos em 2013. Passou um tempo no tratamento e voltou a atuar pelo Newcastle, da Inglaterra, ajudando o time na luta contra o rebaixamento na temporada 2014/2015. Depois, acabou dispensado e acionou o clube inglês na Justiça, onde teve ganho de causa. Aos 34 anos, o meia joga no Defensa e Justicia, da Argentina.

3 - Abidal

Camisa 10 do Flamengo anuncia luta contra o câncer. Relembre outros casos

Então lateral-esquerdo da França e do Barcelona, Éric Abidal teve um câncer de fígado diagnosticado em 2011. Afastado, conseguiu ser submetido a uma cirurgia e voltar a campo em tempo de pegar o fim da temporada, na qual foi campeão da Champions League. Um ano depois, no entanto, a doença retornou e Abidal teve de ser submetido a um transplante de fígado. Foram 400 dias longe dos gramados até o retorno. Ainda jogou no Monaco e no Olympiakos até encerrar a carreira, em 2014. Atualmente é um dos embaixadores do Barcelona pelo mundo.

4 - Douglas

Destaque como goleiro do Avaí, Douglas enfrentou o câncer com apenas 18 anos, quando tinha acabado de se profissionalizar. O jogador foi submetido a uma cirurgia e, posteriormente, a quimioterapia. Ao saber do ocorrido com Ederson, o goleiro mandou um recado ao companheiro de profissão pelo Twitter.

5 - Tito Vilanova

Camisa 10 do Flamengo anuncia luta contra o câncer. Relembre outros casos

Ex-auxiliar e substituto de Pep Guardiola no comando do Barcelona em 2012, Tito já havia se submetido a um tratamento quando foi diagnosticado com um câncer na glândula parótida. Mas retornou ao clube como auxiliar e, depois, assumiu o cargo de treinador com a saída de Guardiola. Foi campeão espanhol na primeira temporada, mas a doença avançou e o quadro se agravou. Afastado do cargo de técnico para intensificar o tratamento nos Estados Unidos, Tito morreu aos 45 anos em abril de 2014.