ESPORTES

Corinthians despencar? Outras vezes em que Renato Gaúcho abraçou a polêmica

PTorre
Author
PTorre
Corinthians despencar? Outras vezes em que Renato Gaúcho abraçou a polêmica

O dom para criar polêmica de Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, é quase inigualável. Brincadeiras com o dia das mulheres, curso de auto-estima, brincar no Brasileiro, Rei do Rio. Tem de tudo um pouco. Após vencer o Flamengo na Ilha do Urubu, o técnico levantou a bola da vez. E mirou o líder Corinthians, dez pontos à frente do seu Grêmio. Renato garantiu que o Timão não vai segurar a ponta da tabela com tanta superioridade.

"Não tem uma equipe que comece tão bem o campeonato e termine assim. Dez pontos são três jogos (sic). Nem acabou o primeiro turno ainda. O Corinthians vai despencar na tabela, anote o que estou falando para vocês"

Os corintianos fizeram pouco caso da provocação.

Relembramos aqui outras vezes em que o técnico gremista usou a polêmica como arma.

1 - "Quem precisa, estuda. Quem não precisa, tira férias na praia"

No fim de 2016, o Grêmio de Renato Gaúcho faturou a Copa do Brasil ao vencer o Atlético-MG. A festa foi incrível e Renato, sempre acusado de não ser um treinador estudioso, esperou a coletiva do título para dar a resposta, o que causou a revolta de muitos torcedores e até jornalistas.

"Quem sabe, sabe. Quem não sabe..."

2 - "Brincar no Brasileiro"

Técnico do Fluminense em 2008, Renato Gaúcho foi cobrado pela campanha do Tricolor no Campeonato Brasileiro. Mas o time ia bem na Libertadores, classificado para a final contra a LDU, do Equador. Renato prometeu que o time seria campeão continental e, por isso, ia aproveitar o Brasileiro só de "brincadeira".

O Fluminense não só perdeu o título da Libertadores como acabou passando apuros no Campeonato Brasileiro. E Renato foi demitido.

3 - Homenagem no Dia dos Namorados

Ainda jogador, Renato Gaúcho treinava com a Seleção Brasileira na Toca da Raposa, em Belo Horizonte, em 1985. Procurou um repórter do Globo Esporte e pediu para fazer uma homenagem às mulheres no Dia dos Namorados. Com flores, citou várias mulheres. Todos nomes, soube-se depois, das mães seus companheiros de equipe.

4 - Melhor do que Cristiano Ronaldo

No início de 2016, Renato concedeu uma entrevista ao jornal Folha de São Paulo e agitou o mundo da bola. Garantiu que jogou muito mais do que Cristiano Ronaldo, ídolo do Real Madrid e da seleção portuguesa.

Causa polêmica até hoje. Corintianos lembraram.