ESPORTES

Destruído no 7 a 1, Felipão deixa a China como rei

Autor
Destruído no 7 a 1, Felipão deixa a China como rei

(Agif)

Luiz Felipe Scolari, o Felipão, sempre tem imenso prestígio no futebol brasileiro. Não bastasse a carreira de sucesso em Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro, o técnico foi campeão mundial com a seleção brasileira em 2002. Bom, foram belos 12 anos para ele. Pois o 7 a 1 sofrido para Alemanha em 2014 queimou sua carteirinha.

O Grêmio até o acolheu de volta depois do fracasso completo na Copa de 2014. Mas não deu muito certo. Meses depois, Felipão arrumou as malas e foi viver na China, comandar o Guangzhou Evergrande. Lá foi feliz. Conquistou três títulos chineses, uma Champions League asiática, uma Copa e duas Supercopas da China. Claro, começou a ser muito adorado. Mas tudo chega ao fim.

Após três anos ele decidiu deixar o clube chinês. na despedida do aeroporto na China, uma legião de fãs foi acompanhá-lo. Os chineses levaram faixas com dizeres em português agradecendo ao "general" pela passagem na China.

Do país asiático Felipão seguiu para Portugal, onde moram seus filhos e netos. Ele comandou a seleção nacional na Eurocopa de 2004 e na Copa do Mundo de 2006. O destino após Guangzhou, no entanto, ainda é incerto. Mas se quiser continuar na China, Felipão vai ter certeza de que é rei....