ESPORTES

Ex-Flamengo, goleiro provoca polêmica, se retrata, mas não convence torcedores

PTorre
Author
PTorre
Ex-Flamengo, goleiro provoca polêmica, se retrata, mas não convence torcedores

Paulo Victor é um goleiro revelado pelo Flamengo. Passou 13 dos seus 30 anos ligado ao clube. Sempre teve dificuldades para ser titular. Em 2014, com boa fase de meses, conseguiu se destacar. Mas durou pouco. Logo caiu de produção novamente. Foi emprestado e, recentemente, dispensado após voltar de empréstimo na Turquia. Talvez magoado, o goleiro parece ter decidido dar o troco. Em sua apresentação no Grêmio, nesta semana, disse que estava trocando "um clube grande por um gigante".

E aí, claro, pegou muito mal com os rubro-negros.

No início de 2016, o goleiro perdeu definitivamente a condição de titular para Alex Muralha. Ficou chateado e pediu para ser negociado. Acabou emprestado ao Gaziantepspor, da Turquia. Lá, enfrentou problemas para receber salários e retornou ao Brasil. O Flamengo, então, decidiu não aproveitá-lo mais. Na negociação com o Grêmio, o contrato foi rescindido, mas o clube rubro-negro mantém 50% dos direitos econômicos para faturar em uma futura negociação.

Os gremistas, por outro lado, adoraram a tática de Paulo Victor para conquistá-los. Pessoal vibrou.

Mas os rubro-negros não se conformaram.

Pessoal apelou até para um apelido "carinhoso".

Diante da repercussão negativa, Paulo Victor tentou se explicar. Disse que ao falar sobre a diferença entre clube grande e clube gigante se referia não a Flamengo e Grêmio, mas ao clube da Turquia e aos gaúchos.

Mesmo assim, a torcida ficou dividida. Houve quem aceitou as desculpas.

Outra parte, no entanto, continuou muito irritada.

No Grêmio, Paulo Victor não tem a condição de titular garantida. Vai disputar a vaga com Marcelo Grohe e Léo.