ESPORTES

Ex-técnico do Fla deve parar no Vasco: relembre cinco casos semelhantes

PTorre
Author
PTorre
Ex-técnico do Fla deve parar no Vasco: relembre cinco casos semelhantes

Zé Ricardo deixou o Flamengo não tem nem um mês e está muito próximo de acertar com o maior rival, o Vasco. A transferência criou aquele clima entre os torcedores, já que é uma troca direta de um clube pelo outro, sem escalas em terceiros. Mas Zé Ricardo não vai ser primeiro a vestir a camisa dos dois lados, muito pelo contrário. Ao longo da História, inúmeros técnicos e jogadores defenderam Vasco e depois Flamengo. E vice-versa. Relembremos alguns deles.

Ex-técnico do Fla deve parar no Vasco: relembre cinco casos semelhantes

1 - Sebastião Lazaroni

Técnico da Seleçao Brasileira na Copa 90, durante o auge da chamada Era Dunga, Lazaroni vinha de bons trabalhos nos dois rivais cariocas antes de assumir o escrete nacional. Começou a carreira de técnico na Gávea, onde comandou o Flamengo entre 1984 e 1986. Neste último ano foi campeão carioca, torneio valorizadíssimo na época. E trocou o clube pelo Vasco, causando polêmica. Não deu outra: foi campeão estadual por mais duas vezes, em 1987 e 1988, antes de sair para a Arábia Saudita.

Ex-técnico do Fla deve parar no Vasco: relembre cinco casos semelhantes

2 - Antônio Lopes

Hoje diretor de futebol do Botafogo, Lopes marcou época como técnico do Vasco, time que já comandou seis vezes ao longo dos anos de carreira. Foi o treinador do período de ouro da história do clube vascaíno, entre 1996 e 2000. E foi quem substituiu Lazaroni no comando do Flamengo em 1987. Nessa época, Lopes já somava duas passagens pelos Vasco (entre 81 e 83 e entre 85 e 86).

Ex-técnico do Fla deve parar no Vasco: relembre cinco casos semelhantes

3 - Romário

Cria da base vascaína e chamado de Herói do Tetra de 94, o Baixinho foi um dos maiores jogadores do futebol. Fez sucesso no Vasco nos anos 80 e rumou para a Europa, onde jogou por PSV, da Holanda e Barcelona, da Espanha. Após o estrondoso sucesso na Copa de 94, foi eleito o melhor jogador do mundo e....voltou para o Brasil, mais precisamente para o Flamengo, arquirrival do Vasco. A transferência é até hoje a mais badalada do futebol nacional. Depois de cinco anos no Flamengo, Romário brigou com a diretoria e em 1999 voltou para o...Vasco. Zé Ricardo podia conversar um pouco com o atual senador....

Ex-técnico do Fla deve parar no Vasco: relembre cinco casos semelhantes

4 - Bebeto

Companheiro de Romário na Copa de 1994, o ex-atacante chegou ainda novato ao Flamengo, depois de passagem pela base do Vitória. Virou ídolo da torcida principalmente após o título brasileiro de 1987. Dois anos depois, no entanto, acabou classificado como traidor, já que se transferiu para o Vasco, onde acabou campeão brasileiro naquela temporada. Foi uma das transferências mais polêmicas entre Flamengo e Vasco. Às turras com a diretoria rubro-negra, Bebeto teve o passe comprado pelos vascaínos após depósito da multa na Federação Carioca. Em 1996, após o tetra, voltou ao Brasil para jogar no...Flamengo. Mas ficou apenas seis meses, sem grande sucesso. Em 2001, já no fim de carreira, teve passagem apagada pelo Vasco.

Ex-técnico do Fla deve parar no Vasco: relembre cinco casos semelhantes

5 - Edmundo

Revelado pelo Vasco para o futebol profissional em 1992, Edmundo barbarizou tanto nos gramados que acabou se transferindo para o milionário Palmeiras da Parmalat. Continuou em uma batida fantástica e ganhou o apelido de Animal. Então em 1995 voltou para o futebol carioca, mas...para o Flamengo. Formou o chamado "ataque dos sonhos" ao lado de Romário e Sávio. Por seis meses e não funcionou. Deixou a Gávea, foi para o Corinthians e, em seguida, voltou para o Vasco, onde se consolidou de vez como ídolo da torcida, ao ser campeão brasileiro e, na trajetória, fazendo três gols sobre o Flamengo.