Fut-sampa
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fut-sampa
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fut-sampa
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Meia do Palmeiras se aposenta de seleção por 'falta de motivação'

PTorre
há 2 meses4.0k visualizações
Meia do Palmeiras se aposenta de seleção por 'falta de motivação'
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Um dos momentos mais difíceis da carreira de um jogador é entender quando é necessário encerrar um ciclo. Ainda mais o momento de parar de vestir as cores de seu país. Foi o que aconteceu com Alejandro Guerra, meia de 32 anos do Palmeiras. Ele anunciou que não irá mais disputar jogos pela Venezuela.

Guerra chegou ao Palmeiras depois de uma temporada no Atlético Nacional de Medellín, da Colômbia. Ele defendia a seleção do país desde 2006. A Venezuela atualmente é a lanterna das Eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2018, na Rússia. Foram dez derrotas em 14 jogos e o time não tem mais chances de classificação.

Por isso, Guerra admitiu falta de motivação para seguir em frente e participar do próximo ciclo em busca da vaga na Copa de 2022, no Qatar, quando já terá 37 anos.

"Eu pensei muito com minha família, meu povo, e o que mais me motivou foi pensar em um bem para a seleção, meu futuro também, porque meu futuro agora não está na seleção, porque eu tenho uma idade em que a motivação de jogar as eliminatórias é de poder chegar a um Mundial e eu já não tenho essa motivação", disse Guerra em um comunicado.

Quem comemorou a notícia foram os torcedores do Palmeiras. A partir de agora o meia não será mais desfalque devido a convocações pela Vinotinto, apelido da seleção venezuelana.

Corinthians iguala recorde do Cruzeiro, mas com quatro jogos a menos

PTorre
há 2 meses4.1k visualizações
Corinthians iguala recorde do Cruzeiro, mas com quatro jogos a menos
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Não, não é mais novidade alguma que o Corinthians disparou na liderança do Campeonato Brasileiro e empilha vitórias atrás de vitórias. Mas vamos combinar que é de assustar a quantidade de recordes que o clube tem somado ao longo do campeonato. Contra o Sport, em casa, mais um triunfo, desta vez de 3 a 1. E com uma marca importante.

O Corinthians chegou aos 47 pontos ao fim de um primeiro turno. É um recorde não só do campeonato com 20 clubes, mas em toda a história de pontos corridos, iniciada em 2003. O campeão daquele ano, o Cruzeiro, também somou 47 pontos no primeiro turno, mas em 23 jogos. Quatro a mais do que o assombroso Corinthians.

Geralmente, o campeão brasileiro alcança entre 75 e 80 pontos. Isso significa que para ser campeão o Corinthians precisa de aproximadamente 50% de aproveitamento no returno da competição para levantar a taça do maior campeonato nacional pela sétima vez na História, o que seria outro recorde desde o início do Brasileiro nos tempos modernos, em 1971. Atualmente, o Timão tem seis taças, como Flamengo e São Paulo.

Corinthians iguala recorde do Cruzeiro, mas com quatro jogos a menos

O próximo recorde na mira dos comandados de Fábio Carille é a maior invencibilidade da História do clube. Já são 34 jogos na conta, apenas três a menos do que o maior período sem derrota, de 1957. E os três próximos adversários são bem convidativos para alcançar a meta.

Então, neste Brasileiro fica o recado.

Corinthians iguala recorde do Cruzeiro, mas com quatro jogos a menos
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol