Futebol brasileiro
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol brasileiro
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol brasileiro
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

As pessoas não reagiram muito bem ao anúncio do novo técnico do Atlético-MG

PTorre
há 3 meses1.8k visualizações
As pessoas não reagiram muito bem ao anúncio do novo técnico do Atlético-MG
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Mais uma derrota, mais uma demissão no Campeonato Brasileiro. O Atlético Mineiro foi derrotado pelo Bahia, por 2 a 0, em casa, no meio de semana. A solução para a diretoria atleticana foi imediata: mandar embora o técnico Roger, contratado no início da temporada como grande promessa.

A grande questão que tomou conta do noticiário foi sobre o substituto de Roger no Atlético. Houve sugestões em redes sociais, o nome do ex-técnico da Seleção principal, Dunga, foi cotado. Mas quem acabou mesmo anunciado foi o técnico da Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de 2016, Rogério Micale.

O técnico já teve passagens pelo próprio clube mineiro nas categorias de base, entre 2009 e 2011. A experiência de agora, no entanto, será a primeira em uma equipe profissional. Talvez isso explique a reação não muito amável dos torcedores atleticanos.

Houve torcedor que não sabia se ria ou chorava.

Pessoal não leva fé que vá durar. MESMO.

Uma torcedora tentou dar a ideia de fazer o mal-entendido com o técnico demitido. Vai que...

Basicamente, ninguém acreditou no nome de Micale confirmado.

A futurologia está mesmo em alta.

Rogério Micale está na China, onde participa de uma série de palestras sobre futebol. A previsão é que ele chegue apenas na segunda-feira ao Atlético Mineiro, quando será apresentado. O compromisso firmado é válido até o fim de 2017.

Vai e volta: a relação de Paulo Autuori com Atlético-o PR é difícil de explicar

PTorre
há 3 meses739 visualizações
Vai e volta: a relação de Paulo Autuori com Atlético-o PR é difícil de explicar
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A relação de Paulo Autuori com o Atlético-PR parece aquele casa adolescente que você conhece. Vai e volta, vem e vai, sem uma definição. Não é bem resolvido. A prova foi mais um retorno dele ao clube, confirmada nesta terça-feira. Ele havia pedido demissão oito dias antes do cargo de diretor de futebol.

Em março de 2016, Autuori, campeão da Libertadores por São Paulo e Cruzeiro, foi visitar as instalações do clube paranaense em Curitiba. Mas acabou seduzido pelas doces palavras dos dirigentes e aceitou a empreitada para ser técnico, algo que já não planejava mais.

Ele continuou durante todo 2016 e começou a temporada de 2017, classificando o time para as oitavas de final da Libertadores. Em maio, no entanto, ele passou a ser gestor de futebol do clube e deixou a vaga de técnico para Eduardo Baptista. Até o início de julho.

Devido aos maus resultados, Baptista acabou demitido pela diretoria do Atlético-PR, contrariando Paulo Autuori. Assim, ele pediu o boné. Foi-se. Era isso. Tinha acabado. Deu boa sorte. Não tinha mais o que dizer. Praticamente uma letra de música de Vanessa da Mata. Mas como aquele casal que se ama...pareceu apenas charme. Rapidinho, Autuori anunciou que estava de volta. Dá quase para fazer um poeminha.

O pessoal levou bem a sério essa história de casal que em DR e reproduziu um diálogo do clube.

Enfim, tem torcedor que gostou e abriu os braços novamente. Que seja eterno enquanto dure.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol