Futebol brasileiro
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol brasileiro
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol brasileiro
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

O empate do Corinthians depois de vencer tanto deixou os rivais muito animados

PTorre
há 3 meses1.7k visualizações
O empate do Corinthians depois de vencer tanto deixou os rivais muito animados
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O Corinthians mantinha uma escalada de muito sucesso no Campeonato Brasileiro. 11 vitórias em 13 jogos, vantagem larga para os rivais. Até que na noite deste sábado ele empatou com o Atlético-PR em casa. Isso mesmo. Um empate. Nada de outro mundo. O time continua invicto, líder absoluto. Mas vá avisar isso para os adversários na tabela. Foi praticamente uma festa.

O barulho foi bem grande por aí.

Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro, o Timão saiu atrás do placar. Mas com dois gols de Jô conseguiu a virada. Até que um chute do volante Otávio desviou no zagueiro Balbuena e decretou o empate em 2 a 2 em Itaquera. Para os rivais, praticamente um dádiva dos deuses na noite de sábado. Indício de novos tempos. Estava claro. 

Vice-líder do Campeonato Brasileiro, o Grêmio pode diminuir a distância de 11 para oito pontos caso vença a Ponte Preta neste domingo, no Sul. O gremista ficou tão obcecado com a vitória que ameaçou...o próprio time!

Os corintianos, por sua vez, fizeram pouco caso dos chamados "antis", a turma que só sabe secar o time alheio. Liderança no bolso, otimista em dia.

Houve gente elogiando a gordurinha criada pelo Corinthians para não se abalar com um simples empate na 14ª rodada da competição.

Já os torcedores do Flamengo, em quarto lugar e sempre credenciado a perseguir o Corinthians, não estavam tão animados assim com o tropeço. A 13 pontos de distância, o time carioca pode ver a vantagem diminuir para dez se vencer o Cruzeiro em Belo Horizonte. Ainda assim, continuaria beeeeeeem distante.

Mas a culpa do tamanho bafafá para muitos corintianos, como sempre, é a imprensa.

Fato é que, aconteça o que acontecer nesse domingo, por ao menos mais duas rodadas o Corinthians continuará como líder do Campeonato Brasileiro. Não dá para reclamar. 

Ex-Flamengo, goleiro provoca polêmica, se retrata, mas não convence torcedores

PTorre
há 3 meses680 visualizações
Ex-Flamengo, goleiro provoca polêmica, se retrata, mas não convence torcedores
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Paulo Victor é um goleiro revelado pelo Flamengo. Passou 13 dos seus 30 anos ligado ao clube. Sempre teve dificuldades para ser titular. Em 2014, com boa fase de meses, conseguiu se destacar. Mas durou pouco. Logo caiu de produção novamente. Foi emprestado e, recentemente, dispensado após voltar de empréstimo na Turquia. Talvez magoado, o goleiro parece ter decidido dar o troco. Em sua apresentação no Grêmio, nesta semana, disse que estava trocando "um clube grande por um gigante".

E aí, claro, pegou muito mal com os rubro-negros.

No início de 2016, o goleiro perdeu definitivamente a condição de titular para Alex Muralha. Ficou chateado e pediu para ser negociado. Acabou emprestado ao Gaziantepspor, da Turquia. Lá, enfrentou problemas para receber salários e retornou ao Brasil. O Flamengo, então, decidiu não aproveitá-lo mais. Na negociação com o Grêmio, o contrato foi rescindido, mas o clube rubro-negro mantém 50% dos direitos econômicos para faturar em uma futura negociação.

Os gremistas, por outro lado, adoraram a tática de Paulo Victor para conquistá-los. Pessoal vibrou.

Mas os rubro-negros não se conformaram.

Pessoal apelou até para um apelido "carinhoso".

Diante da repercussão negativa, Paulo Victor tentou se explicar. Disse que ao falar sobre a diferença entre clube grande e clube gigante se referia não a Flamengo e Grêmio, mas ao clube da Turquia e aos gaúchos.

Mesmo assim, a torcida ficou dividida. Houve quem aceitou as desculpas.

Outra parte, no entanto, continuou muito irritada.

No Grêmio, Paulo Victor não tem a condição de titular garantida. Vai disputar a vaga com Marcelo Grohe e Léo. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol