Futebol carioca
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol carioca
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol carioca
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Colombiano campeão da Libertadores: o técnico favorito para comandar o Flamengo

PTorre
há 2 meses390 visualizações
Colombiano campeão da Libertadores: o técnico favorito para comandar o Flamengo
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Após a demissão de Zé Ricardo, o Flamengo busca um novo técnico no mercado. Tentou se aproximar de Roger, ex-Atlético-MG, mas recebeu uma negativa. O técnico só deseja voltar ao trabalho em 2018. A partir daí cresceu o desejo nas redes sociais de torcedores pedindo o colombiano Reinaldo Rueda, que teve passagem marcante pelo Atlético Nacional de Medellín, da Colômbia. A hashtag #ruedanofla ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Aos 60 anos, o técnico é considerado um estudioso do futebol, montando equipes altamente competitivas e bem vistosas, com um jogo plástico e ofensivo. Então, o Flamengo decidiu embarcar na onda da torcida e fez contato com o profissional. De acordo com a imprensa colombiana, o acerto está próximo. A galera, claro, se empolgou com a possibilidade de ter o desejo atendido.

Rueda teve passagem vitoriosa pelo Atlético Nacional, da Colômbia, onde conquistou dois campeonatos colombianos, uma Copa da Colômbia, uma Superliga da Colômbia, a Libertadores da América e a Recopa sul-americana entre 2015 e 2017. No meio do ano, ele deixou o clube colombiano e decidiu estudar um tempo na Alemanha, onde acompanhou os treinamentos do Bayern de Munique.

Observando @fcbayern vs. @officialsscnapoli #AudiCup

A post shared by Reinaldo Rueda Rivera (@oficialreinaldorueda) on

Rueda comandou a seleção colombiana nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. Pegou o trabalho no meio do caminho e o time não se classificou. Depois foi o técnico de Honduras na Copa de 2010, na África do Sul, e do Equador em 2014, no Brasil. O desejo de voltar ao comando da seleção do seu país é grande. Tanto que, de acordo com a imprensa colombiana, o contrato com o Flamengo terá uma cláusula de liberação caso seja convidado para assumir a Colômbia.

Desafetos no Vasco, técnico e zagueiro Rodrigo quase promovem 'UFC' no gramado

PTorre
há 2 meses369 visualizações
Desafetos no Vasco, técnico e zagueiro Rodrigo quase promovem 'UFC' no gramado
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Tudo parecia que terminaria bem após o empate sem gols entre Ponte Preta e Vasco, pela última rodada do turno do Campeonato Brasileiro. Mas futebol, vocês sabem, carrega sempre algumas brigas engarrafadas entre desafetos que podem explodir a qualquer momento. Foi o que ocorreu com Rodrigo, zagueiro da Ponte, e Milton Mendes, técnico do Vasco, ao fim do jogo.

Os dois são desafetos conhecidos. Até o início do ano, Rodrigo jogava no Vasco, onde tinha bom status com diretoria e torcida. Após atuações abaixo da crítica, o zagueiro entrou em rota de colisão com a chegada de Milton Mendes. A solução foi a saída de Rodrigo do Vasco, com o qual tinha contrato até o fim de 2019. O zagueiro voltou ao clube no qual começou a carreira, a Ponte Preta, mas não esqueceu o que aconteceu.

Ao fim do jogo, Rodrigo conversou com alguns jogadores do Vasco ao centro do gramado. Milton Mendes se aproximou e houve um desentendimento. Irritado, Rodrigo empurrou por três vezes o treinador vascaíno, de 52 anos. A confusão chamou atenção de quem estava ao redor.

Ao sair do gramado, Milton Mendes foi entrevistado por um canal de televisão e perguntado sobre o porquê da confusão. E deu sua versão.

Depois do jogo, mais calmo, Rodrigo deu a sua versão. Segundo ele todos sabem que os dois não se gostam e houve uma troca de ofensas.

Mas não houve jeito. O jogador vai ser denunciado pelo tribunal desportivo e pode ser punido pela agressão ao técnico vascaíno. O clube carioca, por meio de nota oficial, condenou a atitude do zagueiro. 

Desafetos no Vasco, técnico e zagueiro Rodrigo quase promovem 'UFC' no gramado
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol