Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

14 segundos de atraso podem impedir o Leicester de usar um novo reforço até 2018

PTorre
há um mês5.8k visualizações
14 segundos de atraso podem impedir o Leicester de usar um novo reforço até 2018
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Twitter / Adrien Silva)

O último de janela de transferências na Europa, 31 de agosto, é recheado de novidades. Euforias por acertos de última hora, decepção com acordo encaminhados não firmados e frustrações depois de enorme expectativa de tudo fechado, mas não a....tempo. Foi o que aconteceu com o inglês Leicester. Por apenas 14 segundos.

Sim, esse foi o tempo além do permitido que a documentação de transferência do meio-campista Adrien Silva, do Sporting, de Portugal, levou para chegar ao Transfer Macthing System (TMS) da Fifa. O sistema interliga clube e federações entre si e dá o aval para que a transferência seja efetivada.

Ao pedir revisão do tempo, o Leicester tinha alguma esperança em reverter a situação. Não conseguiu. A Fifa confirmou que o negócio não poderá ser confirmado agora. O acordo estava feito em 22 milhões de libras (R$ 88 milhões) e há duas opções razoáveis para o clube inglês lidar com a situação. E uma bem extrema. 

A primeira é desfazer o negócio e devolver o atleta ao Sporting, caso o clube português aceite. A outra é permanecer com Adrien Silva, que também atua pela seleção portuguesa, apenas treinando até janeiro de 2018, quando a janela voltará a se abrir. Neste caso, a inatividade poderá atrapalhar o atleta na busca por disputar a Copa do Mundo da Rússia, a partir de junho de 2018. De acordo com a imprensa inglesa, o Leicester cogita usar a terceira via e ir à Corte Arbitral do Esporte (CAS) para fazer valer o negócio. Tudo por meros 14 segundos...

Ele comeu uma torta durante um jogo e acabou suspenso por isso

PTorre
há um mês4.3k visualizações
Ele comeu uma torta durante um jogo e acabou suspenso por isso
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Reprodução / Twitter)

Wayne Shaw fez muito sucesso em fevereiro de 2017. Mesmo reserva do Sutton, um clube que disputa a Quinta Divisão da Inglaterra, ele ganhou manchetes pelo seu físico mais do que avantajado e pela peculiar característica de comer tortas no banco de reservas durante os jogos do time. Quando o Sutton enfrentou o poderoso Arsenal, da Premier League, pela FA Cup, a Copa da Inglaterra, ele foi destaque mesmo reserva aos 45 anos.

A expectativa girava em torno da possibilidade de Shaw tascar belas mordiscadas em uma torta durante o jogo. E, de fato, ele fez isso. Mas logo após a partida surgiram informações de que tudo havia sido combinado. Em uma casa de apostas, caso o goleiro fosse flagrado por uma câmera comendo torta durante o jogo, o apostador levaria oito vezes o valor investido. A FA, Associação de Futebol da Inglaterra, decidiu investigar. E deu ruim para Shaw.

Depois de comprovadas as existências das apostas, o goleirão foi suspenso por dois meses de suas atividades e multado em 345 libras (R$ 1.395). Shaw disse que soube da aposta durante o jogo e resolveu comer a torta "de brincadeira". Mas não colocou. A FA fez valer o regulamento de que jogadores não podem apostar sobre qualquer ação durante os jogos. Que torta cara.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol