Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Aos poucos, Coutinho reconquista a torcida do Liverpool

PTorre
há 22 dias10.0k visualizações
Aos poucos, Coutinho reconquista a torcida do Liverpool
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Twitter / Liverpool)

Philippe Coutinho deixou os torcedores do Liverpool absolutamente irritados no início da temporada. Alegando dores nas costas, ele não jogava pelo time enquanto sua possível transferência para o Barcelona não tivesse contornos finais. O clube inglês fez jogo duro para liberá-lo. Recusou três propostas acima dos 100 milhões de euros dos catalães. E Coutinho, então, ficou. Não seria fácil retomar o amor.

Mas no futebol a melhor linguagem para se reaproximar e aquecer corações frios é o gol. Coutinho vem fazendo a sua parte. Depois de ser barrado no retorno ao time, voltou a ser titular e contra o Newcastle, fora de casa, neste domingo, fez um golaço de fora da área.

Foi seu terceiro gol em três partidas consecutivas pelo Liverpool nessa temporada. A forma do garoto está voltando. E o amor também.

"Coutinho é só categoria. Até os torcedores do Newcastle o aplaudem. Não podem culpá-lo por querer ir embora. Onde estaria o Liverpool sem ele?"

"Ótimo gol de Coutinho, mas o gol do Newcastle foi tão Liverpool, nossa defesa atual é a pior que já vi no clube"

Apesar de Philippe Coutinho, a insatisfação da torcida se justifica. O Liverpool chegou ao sétimo jogo seguido sem vitória nesta temporada e abraçou a sétima posição na tabela do Campeonato Inglês, ainda longe da zona de classificação para a Champions League da próxima temporada. A esperança de acabar com a má fase, quem diria, é o garoto que queriam ver longe. 

Diretor do Barcelona renuncia ao cargo diante do tumulto no referendo catalão

PTorre
há 22 dias9.2k visualizações
Diretor do Barcelona renuncia ao cargo diante do tumulto no referendo catalão
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Twitter / Barcelona)

Futebol e política frequentemente se misturam. Seja em ações de jogadores em campo, sempre coibidas pela Fifa, ou manifestações de clubes. Neste domingo, a relação visceral entre Barcelona e o povo catalão teve mais um episódio. Diante da forte repressão policial no referendo pela autonomia da Catalunha permaneceu no ar a dúvida sobre o acontecimento do jogo entre Barcelona e Las Palmas, válido pelo Campeonato Espanhol.

Muitos torcedores do clube e, portanto, catalães eram contra realização da partida com as ruas da cidade fervilhando. O governo espanhol considerou o referendo da Catalunha ilegal e forças policiais agiram para impedir a votação. Zagueiro do Barcelona e catalão, Piqué votou pela manhã e deu força ao movimento.

O Barcelona, então, tentou adiar o jogo contra o Las Palmas, mas foi impedido pelos diretores de La Liga. Houve, então, um conflito interno. Alguns diretores quiseram que o clube ignorasse qualquer ordem contrário e não entrasse em campo. A atitude resultaria em punição de seis pontos na tabela do Campeonato Espanhol. O Barcelona, então, cedeu.

Diretor do Barcelona renuncia ao cargo diante do tumulto no referendo catalão

(Twitter / Barcelona)

O jogo foi disputado com portões fechados, diante da possibilidade de invasão de campo. Vários torcedores que já tomavam o caminho rumo ao Camp Nou foram impedidos de entrar. E a bola rolou. Indignado com a postura do clube de disputar o jogo mesmo diante do caos espalhado pela ruas da cidade, o vice-presidente do Barcelona, Carles Vilarrubí, apresentou sua demissão à diretoria do clube. Em campo, o clube venceu por 3 a 0. Mas o gosto que ficou com o Camp Nou vazio foi, mesmo, de tristeza. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol