Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Chelsea impôs uma condição para liberar Diego Costa para o Atlético de Madrid

PTorre
há 2 meses6.9k visualizações
Chelsea impôs uma condição para liberar Diego Costa para o Atlético de Madrid
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Instagram / Diego Costa)

Diego Costa parecia fadado a sair do Chelsea nesta temporada. Após uma briga com o técnico Antonio Conte no final da campanha que levou o time ao título inglês, o atacante brasileiro naturalizado espanhol recebeu uma mensagem de Conte pelo celular avisando que não contava mais com ele. Com isso, Diego não se reapresentou no início da temporada.

O desejo era um retorno ao Atlético de Madrid, clube pelo qual brilhou na Europa e ganhou destaque mundial. O problema é que o Atleti está penalizado pela Fifa por problemas em transferências de jogadores de base e, por isso, só poderá contratar profissionais em 2018. Diego Costa, na expectativa de disputar sua segunda Copa do Mundo pela Espanha, em 2018, ficou ansioso com a possibilidade de ficar seis meses sem jogar.

Chelsea impôs uma condição para liberar Diego Costa para o Atlético de Madrid

(Twitter / Griezmann)

Ao retornar à Europa após férias em Sergipe, no Brasil, Diego iniciou uma pré-temporada, mas, de cara, recebeu uma pancada: não foi inscrito na Champions League. Apenas no campeonato inglês. O Chelsea faz jogo duro pela liberação do jogador e, de acordo com o tabloide inglês The Sun, impôs uma condição ao Atlético de Madrid para liberá-lo: deseja Griezmann.

O atacante francês é o grande destaque do Atlético de Madrid e um dos melhores jogadores do mundo. Sua multa está avaliada em 100 milhões de euros (R$ 369 milhões). O Chelsea deseja o jogador e incluiria Diego Costa no negócio. O atacante está avaliado em 50 milhões de euros (R$ 184 milhões), metade da multa de Griezmann. A tarefa do Chelsea, no entanto, vai ser dura. Diego não pretende ficar na Inglaterra e Griezmann é ídolo da torcida colchonera e peça fundamental do técnico argentino Diego Simeone. 

14 segundos de atraso podem impedir o Leicester de usar um novo reforço até 2018

PTorre
há 2 meses5.8k visualizações
14 segundos de atraso podem impedir o Leicester de usar um novo reforço até 2018
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Twitter / Adrien Silva)

O último de janela de transferências na Europa, 31 de agosto, é recheado de novidades. Euforias por acertos de última hora, decepção com acordo encaminhados não firmados e frustrações depois de enorme expectativa de tudo fechado, mas não a....tempo. Foi o que aconteceu com o inglês Leicester. Por apenas 14 segundos.

Sim, esse foi o tempo além do permitido que a documentação de transferência do meio-campista Adrien Silva, do Sporting, de Portugal, levou para chegar ao Transfer Macthing System (TMS) da Fifa. O sistema interliga clube e federações entre si e dá o aval para que a transferência seja efetivada.

Ao pedir revisão do tempo, o Leicester tinha alguma esperança em reverter a situação. Não conseguiu. A Fifa confirmou que o negócio não poderá ser confirmado agora. O acordo estava feito em 22 milhões de libras (R$ 88 milhões) e há duas opções razoáveis para o clube inglês lidar com a situação. E uma bem extrema. 

A primeira é desfazer o negócio e devolver o atleta ao Sporting, caso o clube português aceite. A outra é permanecer com Adrien Silva, que também atua pela seleção portuguesa, apenas treinando até janeiro de 2018, quando a janela voltará a se abrir. Neste caso, a inatividade poderá atrapalhar o atleta na busca por disputar a Copa do Mundo da Rússia, a partir de junho de 2018. De acordo com a imprensa inglesa, o Leicester cogita usar a terceira via e ir à Corte Arbitral do Esporte (CAS) para fazer valer o negócio. Tudo por meros 14 segundos...

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol