Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol internacional
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Robben escreve carta a ele próprio com 16 anos e emociona a todos

PTorre
há 2 meses21.5k visualizações
Robben escreve carta a ele próprio com 16 anos e emociona a todos
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Arjen Robben é um craque veterano. Aos 33 anos, tem vaga cativa no Bayern de Munique há oito temporadas, depois de passagens por PSV, Chelsea e Real Madrid. Fez gol de título de Champions e, na seleção holandesa, chegou a uma final de Copa do Mundo. Tem muita história para contar. E ele, de fato, decidiu contá-la. Mas com um detalhe: para ele próprio.

Assim como outras lendas do futebol, o jogador holandês publicou um texto no site Player´s Tribune no qual escreve uma carta para ele mesmo, aos 16 anos de idade, ainda na Holanda. O texto inicia revelando que certo dia sua mãe ligou várias vezes para o colégio, tentando falar com ele. O motivo? Ele fora convocado para viajar com o time principal do Groningen. O início de uma era.

A partir dali, Robben relata como fez sua trajetória entre os clubes no futebol mundial. Do PSV para o Chelsea com apenas 20 anos. E se diz muito grato aos jogadores que conheceu no clube inglês, principalmente o zagueiro John Terry.

"O que um ponta holandês pode aprender com um zagueiro inglês? Tudo", escreveu Robben.

Em seguida, Robben parte para detalhar sua passagem pelo Real Madrid, quando foi contratado a peso de ouro, mas não deu tanto retorno, enfrentando inúmeras lesões - estas ignoradas por ele no texto, assim como seu câncer nos testículos durante a passagem pelo Chelsea. E revela ter ficado irritado ao ser negociado com o Bayern, o que considerou "um passo atrás na carreira".

"Você descobrirá que o futebol é também… negócio. E você não vai ficar feliz com isso", diz Robben.

Ao fim, ele relata o grande aprendizado que teve no clube alemão. "Ir ao Bayern será a melhor decisão que você já terá feito", diz Robben para si próprio aos 16 anos. E lembrou do gol do título da Champions contra o Borussia Dormund, em 2012.

A íntegra da carta do holandês está aqui, em inglês.

Em dez dias, Neymar vendeu no PSG tantas camisas quanto Di María em um ano

PTorre
há 2 meses12.4k visualizações
Em dez dias, Neymar vendeu no PSG tantas camisas quanto Di María em um ano
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Vá lá que já era bem previsível que a Neymania ia se instalar na França e entre os torcedores do Paris Saint-Germain. Mas a contratação de Neymar vem batendo uns recordes, digamos, assustadores. A mais nova foi referente à venda de camisas 10 do atacante.

Em pouco mais de dez dias de presença do jogador no PSG, nada menos do que 20 mil camisas foram vendidas. 90% delas com o nome do jogador nas costas. O número parece impressionante e realmente é. O argentino Di María, contratação da última temporada do PSG, levou UM ANO para atingir a marca que Neymar conseguiu em quase duas semanas.

Só nessa brincadeira o PSG embolsou cerca de 500 mil euros (R$ 1,9 mi). As filas nas lojas oficiais do PSG na avenida parisiense Champs-Elysées e no Parc des Princes, estádio do clube, têm sido gigantescas. Neymar movimentou tudo mesmo. O clube informou que o tráfego de internautas em seu site oficial aumentou cerca de sete vezes, enquanto foram mais dois milhões de seguidores em suas redes sociais.

Definitivamente, Paris é uma festa para Neymar.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrot
Jornalista, curioso e apaixonado por futebol