ESPORTES

Ida de Coutinho ao Barcelona rende ao Vasco mesmo valor de venda há dez anos

Author
Ida de Coutinho ao Barcelona rende ao Vasco mesmo valor de venda há dez anos

(Twitter / Barcelona)

Philippe Coutinho chegou ao Barcelona por uma cifra milionária, incríveis 160 milhões de euros (R$ 621 milhões). Mas quem sorriu do outro lado do oceano foi o Vasco, clube que revelou o meia para o futebol. Tudo por um motivo muito simples: os cariocas têm direito, de acordo com o mecanismo de solidariedade da Fifa, a 2,5% da negociação. Ou seja, cerca de quatro milhões de euros.

O valor, convertido, chega a aproximadamente R$ 15,5 milhões. É algo bem curioso. Por qual motivo? Há quase dez anos, em julho de 2008, o Vasco vendeu Coutinho por 3,8 milhões de euros à Inter de Milão. De acordo com o câmbio da época, o valor chegava a R$ 15,7 milhões. Ou seja, o Vasco, dez anos depois, tem direito a receber um valor praticamente igual pelo mesmo jogador.

"Está todo mundo feliz e isso ajuda até o Vasco, que é um clube que eu tenho no coração, no Brasil", disse Coutinho em sua chegada ao Barcelona.

Já tem até cobrança para o destino da nova grana de Coutinho.

Quando foi vendido, em 2008, Coutinho tinha apenas 16 anos. Ele ficou no clube até 2010, quando completou 18 anos e, de acordo com a lei, poderia jogar por um clube europeu. Na Inter de Milão ele teve poucas chances, foi emprestado ao Espanyol e depois vendido por cerca de dez milhões de dólares ao Liverpool, em 2013. E agora custou "apenas" 160 milhões de euros. Que investimento fez o clube inglês...