ESPORTES

Os torcedores do Flamengo ficaram aterrorizados com a 'guerra' no Maracanã

Autor
Os torcedores do Flamengo ficaram aterrorizados com a 'guerra' no Maracanã

(Divulgação / Flamengo)

O Flamengo sofreu mais um revés na temporada, apenas empatou com o Independiente no Maracanã e perdeu a grande oportunidade de encerrar a temporada com um título internacional. Os torcedores, claro, ficaram frustrados com o resultado. Mas o problema, mesmo, foi como ficaram aterrorizados com o clima de guerra que invadiu o Maracanã.

Mesmo com todos os ingressos vendidos para sócios-torcedores na internet, a aglomeração no entorno do estádio foi enorme. Muita gente frustrada sem ingresso rondava a área, que teve pouco suporte policial. Com a proximidade do horário da partida e a grande expectativa de ver o Flamengo campeão surgiram vários focos de confusão. Houve brigas, socos, pontapés, bombas de efeito moral, fumaça, relatos de furtos e invasões ao estádio. Um completo cenário de guerra.

Rubro-negro, o boxeador e medalhista olímpico Esquiva Falcão desabafou na saída do estádio.

Como uma massa completamente enfurecida e débil, vários torcedores saqueavam vendedores de cerveja, como mostra o vídeo abaixo.

O clima de caos na entrada da partida se repetiu ao fim do jogo. Inúmeros torcedores tiveram de esperar por muito tempo dentro do estádio para evitar a guerra do lado de fora. A Conmebol estuda punir o Flamengo por conta do caos instaurado.