ESPORTES

Quatro tentativas do Flamengo de resolver o problema do goleiro até Diego Alves

PTorre
Author
PTorre
Quatro tentativas do Flamengo de resolver o problema do goleiro até Diego Alves

O Flamengo apresentou nesta segunda-feira seu mais novo reforço para o Campeonato Brasileiro: o goleiro da Seleção Brasileira Diego Alves, ex-Valencia. Aos 32 anos, o jogador assinou contrato por três anos e meio e é mais uma tentativa do clube de resolver o problema que enfrenta na posição. Já são sete anos tentando um nome incontestável no gol.

O último foi Bruno, preso desde meados de 2010 após ser condenado do assassinato da então amante Eliza Samúdio. Bruno chegou a ser solto recentemente, mas acabou retornando à prisão. Ele foi capitão do time na conquista do hexacampeonato brasileiro em 2009. Desde sua saída, o clube tentou quatro opções. Relembre quais foram.

1 - Marcelo Lomba

Quatro tentativas do Flamengo de resolver o problema do goleiro até Diego Alves

Atualmente no Internacional, o goleiro era o reserva imediato de Bruno em 2010. Revelado nas categorias de base do clube, Lomba assumiu a meta por quase cinco meses em 2010. Não é que tenha ido mal, mas a torcida e o técnico Vanderlei Luxemburgo desejavam um nome mais experiente. Acabou negociado. Jogou 35 partidas pelo clube.

2 - Felipe

Quatro tentativas do Flamengo de resolver o problema do goleiro até Diego Alves

Foi quem mais durou no gol, mas nem por isso foi menos contestado. Ex-Corinthians, ele estava no Braga, Portugal, quando foi contratado. Apesar de algumas falhas, continuou no gol nas temporadas 2011, 2012 e 2013, alternando raramente com Paulo Victor. Em meados de 2014, no entanto, caiu em desgraça internamente no clube e também com a torcida. Acabou dispensado. Disputou o último Campeonato Carioca pelo Boavista. Foi campeão estadual em 2011 e 2014 e da Copa do Brasil, em 2013. Defendeu o Rubro-Negro em 188 jogos.

3 - Paulo Victor

Quatro tentativas do Flamengo de resolver o problema do goleiro até Diego Alves

Terceiro goleiro quando Bruno acabou preso em 2010, Paulo Victor, também chamado de PV, é outra revelação do clube. Foi reserva até a assumir a vaga de Felipe em meados de 2014, quand viveu boa fase. A oscilação, no entanto, o fez ser muito criticado após inúmeras falhas. Acabou emprestado ao futebol da Turquia em 2016, após perder a vaga por Alex Muralha. Recentemente, teve o contrato rescindido e acertou com o Grêmio. Tem 173 jogos pelo Flamengo.

4 - Alex Muralha

Quatro tentativas do Flamengo de resolver o problema do goleiro até Diego Alves

Após ótimo ano pelo Figueirense em 2015, chegou como opção para fortalecer o gol rubro-negro em 2016. Foi reserva de Paulo Victor nos quatro primeiros meses, mas ganhou a vaga de titular, fez bons jogos e chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira por Tite, no mesmo ano. Em 2017, continuou a ser titular, mas viveu instabilidade em jogos da Libertadores e do Campeonato Brasileiro. Acabou barrado pelo jovem Thiago, de 21 anos, revelação das categorias de base. Tem 69 jogos pelo clube e, com a chegada de Diego Alves, será o terceiro goleiro.