ESPORTES

Torcida de time polonês faz mosaico forte lembrando massacre nazista em Varsóvia

PTorre
Yazar
PTorre
Torcida de time polonês faz mosaico forte lembrando massacre nazista em Varsóvia

A torcida do Legia Varsóvia é tradicionalmente polêmica. O clube tem origem em uma agremiação formada pelas antigas Forçadas Armadas da Polônia e seus fãs são conhecidos como um dos primeiros a formar organizações de hooligans ou ultras no futebol europeu. Por diversas vezes, eles já acabaram punidos pela Uefa por mau comportamento. Desta vez, a torcida atacou novamente com um mosaico forte.

Para relembrar os 73 anos da Revolta de Varsóvia, um movimento abafado com violência sangrenta pela Alemanha Nazista nos anos 40, os torcedores formaram um mosaico com um oficial alemão com uma arma na cabeça de uma criança, com os olhos marejados. Isto tudo antes de um jogo contra o Astana, do Cazaquistão, pela fase de playoffs da Champions League.

Abaixo da imagem, a inscrição: "Durante a Revolta de Varsóvia os alemães assassinaram 160 mil pessoas. Milhares eram crianças"

A imagem correu o mundo e deixou muita gente impactada com o protesto dos torcedores do Legia Varsóvia. Em outras oportunidades, eles também se manifestaram de forma forte. Em 2014, por exemplo, depois de o time acabar eliminado da Champions League devido a uma escalação irregular de um atleta, mesmo ganhando o confronto de 6 a 1, um mosaico chamou os dirigentes da Uefa de "porcos". O clube acabou punido.

Depois, ao retornar à competição europeia contra o alemão Borussia Dortmund, a torcida atacou novamente, com um mosaico perguntando "adivinha quem está de volta?". 

Torcida de time polonês faz mosaico forte lembrando massacre nazista em Varsóvia