ESPORTES

Um gol da Síria no finzinho foi dos momentos mais emocionantes das eliminatórias

PTorre
Yazar
PTorre
Um gol da Síria no finzinho foi dos momentos mais emocionantes das eliminatórias

(Twitter FIFA World Cup)

Apenas por disputar as eliminatórias asiáticas, a seleção da Síria já é heroica. Com o país dizimado pela guerra desde 2011, o time manda seus jogos além das fronteiras. Já seria fácil tirar o chapeu. Mas a seleção fez mais. Sonhou mais alto.

Em franca disputa por uma vaga na Copa do Mundo, a Síria conseguiu o improvável. Foi até Teerã enfrentar o Irã, líder absoluto do Grupo A das eliminatórias asiáticas. O rival não tinha sequer sofrido gols. A Síria saiu na frente. Levou a virada. E não desistiu. Mesmo.

Aos 48 minutos do segundo tempo, quando estava eliminada da Copa do Mundo com a derrota de 2 a 1, a Síria encantou o mundo com um gol suado de Al Somah. No cantinho. Quase no apagar das luzes. E com o pontinho alcançado, a Síria somou 13 pontos, superou o Uzbequistão, ficou em terceiro lugar e conseguiu uma vaga na repescagem.

Foi, claro, uma explosão de emoções pelas rede sociais. Todos muito empolgados com o feito da Síria.

A narração síria é sentimento puro de um uma alegria genuína de um país tão devastado.

Ainda assim, em Damasco a expectativa era grande para acompanhar a seleção nacional.

Para completar a fantasia, a Síria precisa ainda superar mais dois desafios. Primeiro, bater a Austrália na primeira repescagem. Depois, superar o quarto colocado das eliminatórias da Concacaf. No momento, o indicado seria Honduras.