ESPORTES

Um time português criou uma tática revolucionária para não ser atacado

PTorre
Author
PTorre
Um time português criou uma tática revolucionária para não ser atacado

(Twitter / Vitória de Guimarães)

Clube de porte médio em Portugal, o Vitória de Guimarães estreou na primeira fase da Liga Europa em casa, quando recebeu o Red Bull Salzburg, da Áustria. O jogo corria normalmente no estádio dom Afonso Henriques quando, de repente, uma tática revolucionária para impedir o avanço do rival foi criada espontaneamente pelos portugueses.

Durante um ataque do Red Bull, o sistema de irrigação do campo do estádio Dom Afonso Henriques simplesmente foi acionado por acidente. E o jogo teve de ser interrompido. A cena foi hilária.

O time português até fez 1 a 0, mas cedeu o empate ainda no primeiro tempo. A partida terminou empatada em 1 a 1. Mas o sistema de irrigação ligado acidentalmente não foi o único destaque do jogo. De quebra, o Vitória de Guimarães ainda se tornou o primeiro clube europeu a disputar uma competição internacional na Europa sem....um jogador europeu. Confuso? Mas é isso mesmo.

Um time português criou uma tática revolucionária para não ser atacado

(Twitter / Vitória de Guimarães)

Nenhum dos 11 jogadores que começaram o jogo pelo Vitória de Guimarães tinha nascido na Europa. O time teve quatro brasileiros, dois colombianos, um uruguaio, um venezuelano, um marfinense e um ganense. penas no segundo tempo, com a entrada de Kiko, um português, o Vitória teve um representante do Velho Continente de seu lado. História feita...