Drops de Jogos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Drops de Jogos
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Drops de Jogos
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Como a série Injustice criou os melhores games de heróis da DC

Injustice 1 e Injustice 2 têm seus motivos para estarem entre os games mais admirados entre os fãs da DC. Com uma ficção distópica tendo Superman e Batman como os personagens principais, os jogos também trazem a infraestrutura de desenvolvimento que consagrou Mortal Kombat

Como a série Injustice criou os melhores games de heróis da DC
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Fotos: Divulgação/Warner Games)

Se você gosta de jogos de luta, certamente já deve ter passado por uma série baseada apenas em super-heróis da DC Comics. Com uma história particular, a franquia conquista quem é fã dos personagens de quadrinhos e até aqueles que não conhecem tanto suas histórias.

A série Injustice é um exemplo de adaptação das histórias dos super-heróis da DC nos videogames mais recentes. A empresa de desenvolvimento de games NetherRealm Studios, que existe desde 2010, é a continuação do trabalho do diretor criativo Ed Boon. Foi ele que criou a série Mortal Kombat na Midway Games, cuja filial de Chicago entrou em falência.

Embora não seja tão sanguinário quanto MK, Injustice traz uma atmosfera sombria para contar uma história envolvendo estes personagens.

Um futuro distópico

O Coringa, inimigo do Batman, engana o Superman e mata sua amada Louis Lane, a jornalista do Daily Planet em Metropolis. Ela estava grávida do Homem de Aço. O assassinato detona uma arma nuclear que mata milhões na cidade.

Respondendo ao crime, Superman resolve tomar conta do poder e cria uma ditadura dos heróis. Por cinco anos, o regime do Homem de Aço erradica os crimes do mundo.

Batman resolve criar um grupo rebelde e consegue retornar no tempo para avisar sobre os futuros crimes do Superman. A insurgência consegue derrubar a ditadura.

Com a queda do Superman, o mundo também é ameaçado por Brainiac, que foi o responsável pela destruição do planeta do Homem de Aço, Krypton.

Injustice: Gods Among Us

Como a série Injustice criou os melhores games de heróis da DC

Lançado em 16 de abril de 2013, Injustice: Gods Among Us saiu para PlayStation 4, PS3, Xbox 360, Wii U, PlayStation Vita, iOS, Android e PC. As versões para celulares são free-to-play, ou seja, são gratuitas no download e possuem parte do conteúdo pago.

O game traz os personagens Aquaman, Ares, Bane, Batgirl, Batman, Black Adam, Catwoman, Cyborg, Deathstroke, Doomsday, Flash, Green Arrow, Green Lantern, Harley Quinn, Hawkgirl, Joker (Coringa), Killer Frost, Lex Luthor, Lobo, Martian Manhuntera, Nightwing (Asa Noturna), Raven, Scorpion (do Mortal Kombat), Shazam, Sinestro, Solomon Grundy, Superman, Wonder Woman, Zatanna e Zod.

E há roupas alternativas para todos os personagens. O Superman do quadrinho "Entre a Foice e o Martelo" está presente no game, sendo que é uma versão comunista alternativa do Homem de Aço.

Injustice 2: Every Battle Definies You

Como a série Injustice criou os melhores games de heróis da DC

O primeiro Injustice é centrado na história da ditadura de Superman. O segundo já chega na parte do enredo em que Brainiac tenta destruir o mundo.

Injustice 2 chegou 11 de maio de 2017 com o mote "Every Battle Definies You". Ou seja, ao invés de personagens com roupas oficiais e alternativas, é possível entrar no modo online à la Mortal Kombat X, aumentar de nível e customizar as roupas dos personagens.

Ed Boon virá à BGS, no Brasil, para contar a experiência de desenvolvimento no segundo capítulo de Injustice. O game tem os lutadores Aquaman, Atrocitus, Bane, Batman, Black Adam, Black Canary, Black Manta, Blue Beetle, Brainiac, Captain Cold, Catwoman, Cheetah, Cyborg, Darkseid, Deadshot, Doctor Fate, Firestorm, Flash, Gorilla Grodd, Green Arrow, Green Lantern, Harley Quinn, Hellboy, Joker (Coringa), Poison Ivy, Raiden, Red Hood, Robin/Nightwing, Scarecrow, Starfire, Sub-Zero, Supergirl, Superman, Swamp Thing e Wonder Woman.

O game roda no PlayStation 4, Xbox One, iOS e Android.

O universo ao redor dos jogos

Além dos dois games, a história de Injustice tornou-se graphic novel. Ou seja, a história dos jogos eletrônicos gerou enredo nos quadrinhos.

Estes são os maiores representantes da DC Comics nos videogames. Se você é fã de Batman e Superman e ainda não jogou, por que está perdendo tempo?

10 fatos que provam que GoldenEye 007 mudou jogos de tiro há 20 anos

O jogo mais conhecido inspirado na franquia de filmes James Bond 007 completa duas décadas. Que tipo de mudança ele produziu na cena internacional de games.

10 fatos que provam que GoldenEye 007 mudou jogos de tiro há 20 anos
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

(Fotos/Reprodução/Divulgação/Rare)

Em 1993, Doom mudaria o panorama dos jogos de tiro com mapas customizáveis, muito sangue e uma trilha sonora heavy metal. Um novo jogo, lançado para consoles, aprofundaria a revolução dos First Person Shooters (FPS) quatro anos depois.

No dia 25 de agosto de 2017, GoldenEye 007 para o console Nintendo 64 completou 20 anos. Adaptação de um filme estrelado por Pierce Brosnan em 95, o jogo de 97 fez toda uma geração que consumiu o último grande aparelho com cartuchos mergulhar num título competitivo.

10 fatos que provam que GoldenEye 007 mudou jogos de tiro há 20 anos

Separamos 10 curiosidades para você comemorar as duas décadas de GoldenEye, jogo desenvolvido pela Rare (também criadora de Perfect Dark) com a Nintendo como publisher.

1. O jogo foi pensado inicialmente "sobre trilhos".

O que isso significa? Significou que ele ficou por um tris do jogador não ter controle da navegação do protagonista James Bond. O espião inglês dos filmes baseados na obra de Ian Fleming teria um movimento automático, enquanto o jogador movimentaria apenas a mira de sua arma. A ideia era baseada no game Virtual Cop, da SEGA.

2. Homenagens a desenvolvedores em armas e personagens

A submetralhadora Klobb é uma clara homenagem ao designer de games Ken Lobb, que trabalhou no game. Outro homenageado foi David Doak, que emprestou seu rosto ao cientista Dr. Doak dentro do jogo.

3. Time novato

A Rare escalou 10 devs para criar GoldenEye 007. Do time de desenvolvedores, oito deles nunca tinham trabalhado com jogos digitais antes. Por este motivo, eles enfrentaram problemas na criação do game. A produção chegou a ser interrompida por três meses por falta de pagamento da Nintendo.

10 fatos que provam que GoldenEye 007 mudou jogos de tiro há 20 anos

4. Multiplayer que fez história criado em seis semanas

Inclusão de última hora, o modo multijogador para até quatro players foi revolucionário neste game baseado na franquia de filmes 007. E isso foi obra de um único homem. Steve Ellis usou o código-fonte do modo singleplayer e o multiplicou na tela para criar o modo competitivo mais explorado do Nintendo 64.

5. Ele foi pensado em 2D, mas mudaram de ideia

10 fatos que provam que GoldenEye 007 mudou jogos de tiro há 20 anos

Graças ao sucesso de Donkey Kong County no Super Nintendo, 007 foi cogitado em duas dimensões. Porém, com o poder gráfico do N64 em mãos, o time resolveu mudar o planejamento inteiro do game.

6. O acessório Rumble Pak poderia ter sido o carregador de armas

Acessório para vibrar controles no Nintendo 64, o Rumble Pak chegou a ser cogitado como um possível carregador das armas dentro do game. Seria como os cartuchos das pistolas ou metralhadoras do game.

7. GoldenEye inovou com as armas equipadas com silenciador

Reforçando um gênero que ganharia força em 98 com Metal Gear Solid, da Konami no PlayStation, o jogo do 007 trazia armas com silenciador. Desta forma, era possível assassinar inimigos sem que outros vigias ouvissem o barulho dos tiros.

8. Múltiplos objetivos inspirados em Super Mario 64

10 fatos que provam que GoldenEye 007 mudou jogos de tiro há 20 anos

Jogo lançado próximo de GoldenEye, o Mario 3D permitia que o jogador explorasse o cenário atrás de diferentes objetivos. O game do espião 007 então criou os múltiplos objetivos por fase, que tornaram a dificuldade modular, com determinadas partes obrigatórias e outras opcionais.

9. Há referências a filmes mais antigos do 007

A arma de ouro está no modo multiplayer, assim como vilões como Jaws e Oddjob. Mas os vilões do filme que inspirou o game, como 006/Janus e Xenia Onatopp, são o foco do game.

10. Perfect Dark foi a sequência "espiritual" do game

Embora sua história não tenha nada a ver com James Bond, o jogo Perfect Dark de 2000 evoluiu as mecânicas de GoldenEye. Passou a contar a história de uma versão futurista da heroína Joanna Dark.

Muitos outros jogos iriam se inspirar no título, como Turok e Call of Duty.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pedrozambarda
Escreve desde os 8 anos. É editor do Geração Gamer e Drops de Jogos, além de ser repórter do Diário do Centro do Mundo.