FUTEBOL

O que esperar de PES 2018, o rival de FIFA, em setembro?

Pedro Zambarda de Araújo
Author
Pedro Zambarda de Araújo

Jogo foi desenvolvido pela japonesa Konami e promete melhorar em alguns aspectos técnicos. Será isso suficiente para superar o rival que lidera o mercado?

O que esperar de PES 2018, o rival de FIFA, em setembro?

(Fotos: Divulgação/Konami)

Todo ano é a mesma história: qual será o melhor jogo de futebol triple A da indústria de games? Por muito tempo, PES dominou, inclusive quando ainda se chamava Winning Eleven. No entanto, a Electronic Arts (EA) correu atrás do prejuízo e transformou FIFA em um dos games mais completos do segmento. O que podemos esperar para o período entre este ano e 2018?

O que esperar de PES 2018, o rival de FIFA, em setembro?

PES 2018 chega oficialmente no dia 12 de setembro, mas o jogo de futebol da japonesa Konami já surge com polêmicas. 10 dias antes do lançamento ele vazou em varejistas de maneira irregular, conforme apurou o site UOL Jogos. O rival FIFA 18, da americana Electronic Arts (EA), chega no dia 29 deste mês.

Mas por qual motivo você deve optar pelo PES e não pelo FIFA neste ano? Elencamos a seguir o que você pode esperar da versão de 2018 da franquia de jogos de futebol japonesa.

Um velocista jogável

O que esperar de PES 2018, o rival de FIFA, em setembro?

Quem comprou PES 2018 na pré-venda terá uma surpresa inusitada. O velocista jamaicano Usain Bolt estará no game como um jogador de futebol. Ele está promovendo o modo MyClub do game, sempre quis ser profissional da bola e permitiu que a Konami fizesse uma captação de seus movimentos corporais para dar realismo ao título.

Bolt foi o primeiro toque de bola da empresa japonesa para os conteúdos presentes e futuros deste PES. Alguns nomes conhecidos aparecem em DLCs.

Maradona, Dr. Sócrates e Romário

O craque argentino Diego Maradona está presente no jogo nas versões de 1982 e 1986, quando ele estava em seu ápice. Já entre os clássicos brasileiros, o jogador Dr. Sócrates da seleção está presente, assim como Romário, que hoje é senador da República.

Todos eles estão disponíveis no modo MyClub Legends. Serão conteúdos que podem ser baixados por download (DLC) por quem já tiver o game.

A capa do jogo no Brasil traz o craque Phillipe Coutinho, mas nos mercados europeus é o jogador Luis Suárez que aparece.

Quem ficou? E quem voltou?

A narração em português permanece com os veteranos jornalistas Mauro Beting e Milton Leite. Na versão japonesa, está de volta Jon Kabira, clássico narrador de versões anteriores.

Há problemas contratuais neste novo PES. A ida de Neymar ao Paris Saint-Germain (PSG) causa problemas, uma vez que o título da Konami tem mais proximidade com o Barcelona, seu antigo time. Já o FIFA deve se beneficiar da decisão.

Mas PES 2018 também traz boas exclusividades, como uma versão digital do estádio de São Januário que completa 100 anos, além de um contrato com o Vasco da Gama. Os times do Brasileirão também estão presentes.

Preocupação com eSports

O jogo chega ao mercado por cerca de R$ 200 para PlayStation 4 e Xbox One - mas sem versão para Nintendo Switch como o FIFA. E há uma preocupação da Konami no Brasil com atletas digitais.

Isso acontece porque um e-atleta brasileiro chamado GuiFera venceu o PES League mundial em Cardiff, País de Gales, no dia 3 de junho de 2017. Por isso, a marca quer profissionalizar novos players.

Para isso, o novo PES terá um modo 3v3 que incentiva o competitivo, em partidas rápidas.

Nada mal para um jogo que custava para se renovar, não é?