Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Esses 2 exercícios vão te manter em forma pro resto da vida

PrincessButtercup
há 5 meses665 visualizações

A gente passa a vida buscando uma maneira de ficar em forma sem que isso seja um sacrifício enorme no dia a dia. Não é fácil. A gente tenta as dietas da moda, as dicas dos nutricionistas e todo tipo de atividade física, mas nem sempre as coisas saem do jeito que a gente imagina.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Esses 2 exercícios vão te manter em forma pro resto da vida

A boa notícia é que qualquer exercício ajuda. Uma notícia ainda melhor é que existem dois tipos de exercício que são essenciais para você manter a forma mesmo que não sobre tempo para nenhuma outra atividade. E a melhor notícia de todas é que ambos são super simples: pular corda e burpee. E aí você pode estar perguntando “por que justamente esses dois?”

Porque é preciso desenvolver força no corpo para combater a perda natural de massa muscular que acontece com a idade, e tanto pular corda quanto os burpees desenvolvem resistência e força. Isso vale até para quem já malha bastante. Naquele dia que faltar tempo, fique apenas com as séries de burpees e cordas, que você pode até fazer em casa.

Burpees

Se você não sabe o que são burpees, comece vendo o vídeo acima. Se você está fora de forma, vai ver logo que eles são difíceis de fazer. Maaaaas vale a pena começar devagar até entrar em forma. Só não vá exagerar na dose logo no começo porque pode terminar em lesão. E como começar devagar? Tenta fazer como se estivesse em câmera lenta mesmo. Comece de pé, depois se agache até conseguir colocar as mãos no chão. Depois, dê um pulinho e fique naquela posição de flexão de braços e logo levante para a posição agachada outra vez. 

Pular corda

Parece básico demais, mas você pode fazer todo tipo de variação com as cordas. Desde aqueles pulinhos super rápidos que o Ricky fazia no cinema…

… até pulos com cordas com peso extra. Isso vai aumentar muito o nível de dificuldade e exigir muito mais dos seus braços também. 

Mas lembre-se: não importa o exercício que você escolher, comece devagar, sem exigir mais que o seu corpo pode responder. Aos poucos, você vai se sentir mais preparado para aumentar o nível de exigência, e essa é uma das sensações mais gostosas para quem faz exercício.

Esse ingrediente saudável está acabando com sua digestão

PrincessButtercup
há 5 meses537 visualizações

Parece que cada dia surge uma informação diferente sobre o que a gente deve ou não comer. Hoje laranja faz bem para a saúde, mas amanhã alguém pode descobrir que nossa fonte preferida de vitamina C é também fonte de alguma substância nada boa. Antes, todo mundo era obcecado em diminuir a quantidade de gordura que ingeria. Hoje em dia, o açúcar virou o vilão número 1 da galera.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Esse ingrediente saudável está acabando com sua digestão

E agora um cardiologista e cirurgião, especialista em doenças autoimunes, alerta que as comidas com mais nutrientes são justamente as que causam mais problemas de digestão. E tem mais. Esse especialista, chamado Steven Gundry, escreveu um artigo para a Mind Body Green dizendo que que existe uma proteína que faz especialmente mal: a lectina.

A lectina, por definição, não é uma proteína ruim. Ela é encontrada em alimentos como farinha de trigo, caju, legumes, milho, arroz integral, tomates, sementes de girassol e muitas outras opções saudáveis.

O problema é que ela afeta a digestão. Segundo Gundry, quando você ingere lectina, ela força carboidratos (como açúcares e fibras) a se juntarem e até a se grudarem com outras células do corpo. A lectina também impede que células importantes se comuniquem com outras, e quando isso acontece, o corpo apresenta algum tipo de inflamação ou reação como náusea, diarreia ou vômitos.

O especialista recomenda reduzir a ingestão de lectina com algumas trocas na alimentação diária. Ele sugere pão de forma em vez de pão integral, tomates descascados e sem sementes, feijões em lata ou processados em vez de feijões naturais e nozes em vez vem de cajus. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.