Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

O método 'Bela Adormecida' de emagrecer é viciante (e perigoso!)

PrincessButtercup
há 4 meses768 visualizações

Está com fome? Tenta esquecer isso! Não consegue? Tenta dormir! Afinal, ninguém sente fome durante um cochilo, né? Muita gente vem usando essa “técnica” para emagrecer há algum tempo. Ela até funciona, mas com seus riscos. Principalmente quando elevada ao extremo. E muita gente não sabe que esse método “Bela Adormecida” é viciante e muito perigoso.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
O método 'Bela Adormecida' de emagrecer é viciante (e perigoso!)

A tal dieta requer muitas horas de sono, e até aí, tudo bem. Boas noites (ou tardes) de sono têm seus benefícios. O problema é que o método prevê o uso remédios para dormir. É aí que a coisa fica perigosa, porque esse tipo de medicamente é altamente viciante. Os especialistas são radicalmente contra isso, não só porque as pessoas se forçam a dormir mais do que precisam clinicamente, mas porque é necessário aumentar sempre a dosagem dos remédios para dormir.

Além do efeito viciante, existe a questão social. Uma pessoa que dorme 20 horas por dia deixa de ver amigos, de conversar, de ler, enfim, de saber o que acontece em sua volta. Cria-se um estado de isolamento que, cedo ou tarde, vai impactar o humor da pessoa. A consequência mais nefasta é a depressão.

O método 'Bela Adormecida' de emagrecer é viciante (e perigoso!)

Trocando em miúdos, cria-se um paradoxo. A pessoa que começa a fazer uma dieta assim normalmente o faz por pressões da sociedade. Ela quer parecer mais bonita, mais magra, ser mais aceita dentro de um padrão estabelecido por um grupo social. Por outro lado, essa mesma pessoa se isola dessa convivência em grupo. Então de que adianta encaixar-se nas medidas “exigidas” pela sociedade se perde-se o contato com ela?

Outro risco é a criação de um ciclo vicioso. É bem sabido que certos hábitos alimentícios são uma das consequências da depressão. O paciente pode tanto se sentir mal e querer investir cada vez mais na dieta, aproximando-se de um diagnóstico de bulimia, ou resolver começar a comer loucamente para ter sensações de prazer que não tem no convívio em grupo. De qualquer modo, o resultado é perigoso. 

O método 'Bela Adormecida' de emagrecer é viciante (e perigoso!)

Esses 2 exercícios vão te manter em forma pro resto da vida

PrincessButtercup
há 5 meses665 visualizações

A gente passa a vida buscando uma maneira de ficar em forma sem que isso seja um sacrifício enorme no dia a dia. Não é fácil. A gente tenta as dietas da moda, as dicas dos nutricionistas e todo tipo de atividade física, mas nem sempre as coisas saem do jeito que a gente imagina.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Esses 2 exercícios vão te manter em forma pro resto da vida

A boa notícia é que qualquer exercício ajuda. Uma notícia ainda melhor é que existem dois tipos de exercício que são essenciais para você manter a forma mesmo que não sobre tempo para nenhuma outra atividade. E a melhor notícia de todas é que ambos são super simples: pular corda e burpee. E aí você pode estar perguntando “por que justamente esses dois?”

Porque é preciso desenvolver força no corpo para combater a perda natural de massa muscular que acontece com a idade, e tanto pular corda quanto os burpees desenvolvem resistência e força. Isso vale até para quem já malha bastante. Naquele dia que faltar tempo, fique apenas com as séries de burpees e cordas, que você pode até fazer em casa.

Burpees

Se você não sabe o que são burpees, comece vendo o vídeo acima. Se você está fora de forma, vai ver logo que eles são difíceis de fazer. Maaaaas vale a pena começar devagar até entrar em forma. Só não vá exagerar na dose logo no começo porque pode terminar em lesão. E como começar devagar? Tenta fazer como se estivesse em câmera lenta mesmo. Comece de pé, depois se agache até conseguir colocar as mãos no chão. Depois, dê um pulinho e fique naquela posição de flexão de braços e logo levante para a posição agachada outra vez. 

Pular corda

Parece básico demais, mas você pode fazer todo tipo de variação com as cordas. Desde aqueles pulinhos super rápidos que o Ricky fazia no cinema…

… até pulos com cordas com peso extra. Isso vai aumentar muito o nível de dificuldade e exigir muito mais dos seus braços também. 

Mas lembre-se: não importa o exercício que você escolher, comece devagar, sem exigir mais que o seu corpo pode responder. Aos poucos, você vai se sentir mais preparado para aumentar o nível de exigência, e essa é uma das sensações mais gostosas para quem faz exercício.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.