Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Bem-estar
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Veganismo: a moda do milênio

PrincessButtercup
há um ano27 visualizações
Veganismo: a moda do milênio
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Vegetariano e vegano: sujeito que anda de sandálias, usa roupas confortáveis, de preferência baratas, costuma transparecer certa serenidade e alguns até podem exalar um aroma de incenso e cânhamo. Se você tem alguns aninhos pesando nas costas, sabe que esse era o estereótipo das pessoas que não consumiam carne ou nada do que vinha do reino animal. Na época, havia também o tipo de pessoa que flertava com a bela filosofia e que abria mão das carnes sem deixar, no entanto, de comer alguns peixes, frutos do mar, ovo e leite. Esses não se faziam notar na multidão. Tinham empregos normais, andavam como todo mundo, consumiam a cultura pop sem o menor problema.

Pois justamente essa galera que se mescla entre toda a gente, sem se mostrar da tribo dos naturebas, é que aparentemente conquistou o mundo. E já não apenas ficam naquela de flertar com a ideia de não comer produtos do reino animal: eles SÃO veganos! Ou seja, só comem plantinhas. Totalmente herbívoros.

Ao menos é o que mostra a matemática da Ipsos Mori, que pesquisou quase 10 mil pessoas com 15 anos ou mais de toda a Inglaterra, Escócia e País de Gales - a maior pesquisa já quantificar a comunidade vegana. Saiu na Vegan Society, em associação com a Vegan Life Magazine.

O veganismo está na moda! Pela estatística, acredita-se que umas 542 mil pessoas no Reino Unido sigam essa dieta filosófica. É quase 0,8% da população. E um aumento de mais de 350% desde a última estimativa de 150 mil há dez anos, tornando o veganismo em um dos movimentos de estilo de vida de mais rápido crescimento da Grã-Bretanha. Especialmente entre a galera da Geração Y (Millennials).

Sim! O movimento está sendo conduzido por jovens! Eles têm feito escolhas mais baseadas na ética, conforme o perfil dessa geração índigo e cristal que chegou para mudar o mundo. Estão entre 15 anos e 34 anos e representam 42% dos veganos do Reino Unido. Apenas 14% dos idoso, acima dos 65 anos, possuem esse estilo de vida livre de produtos animais.

O estudo também constatou que 3,25% da população, o que dá cerca de 1,68 milhões de pessoas, são ou vegetarianos ou veganos.

Mas calma que é no primeiro mundo. No Brasil, essa conta ainda é melhor! Aqui somamos veganos e vegetarianos. As duas tribos representam mais de 9% da população, o que dá uns 17,5 milhões de pessoas. O dado é de uma pesquisa do Ibope, realizada em 2012. Na boa? Acho que já beiram a casa dos 20 milhões, neste ano (chupa Reino Unido!).

Diferentemente dos caras lá da Europa, o pessoal que mais adotou o estilo de vida vegano aqui é a Terceira Idade, por terem um poder aquisitivo maior e mais acesso a produtos de qualidade voltados para esse público. Um macarrão feito de mandioca ou milho sai mais caro do que o tradicional de trigo e ovo. Arroz integral, açúcar mascavo e grãos como grão de bico, linhaça e chia custam os olhos da cara e nem todos podem pagar por isso mensalmente. Carne e ovos, então, são proteínas que faltam ao buxo carente de sustância no dia a dia.

Aliás, uma das coisas que mais me chamaram a atenção quando morei em Nova York foi a oferta incrível de orgânicos. Redes inteiras como o Whole Foods traziam até a nossa mesa uma variedade incrível de cereais matutinos, pães, verduras, legumes, frutas, sucos... Inacreditável a quantidade de opções que se tem, por bons preços, para viver melhor.

Idealismo Millennial

O que estaria fazendo todas esses Millennials britânicos se voltando para o veganismo? Poderia ter algo a ver com os resultados publicados pela Organização Mundial da Saúde no ano passado, que ligava carnes processadas como bacon e presunto ao câncer. Sem surpresa, alguns meses mais tarde, foi revelado que cerca de um terço dos britânicos tinha cortado o consumo de carne por causa da notícia!

Há quem esteja associando o aumento de jovens veganos ao crescente número de celebridades que aderiram a essa dieta e filosofia. Olhando para alguns dos nomes prolíficos do movimento vegano (Ellie Goulding, Novak Djokovic, e David Hayes, para citar alguns), há um verdadeiro distanciamento da imagem negativa que havia no passado de um vegano para a de hoje. Adotar uma postura contra a matança e exploração animal é ser pop! E até um pouco hipster.

A mídia social é um grande impulsionador do veganismo. As hashtags sobre a dieta e filosofia são super populares no Instagram, Snapchat e Thumblr. Além disso, o acesso a esses tipos de alimentos, em mercados e restaurantes, estão muito melhores do que nos anos anteriores.

----------

Por Pilar Magnavita

#vegetarianismo #veganismo #dietanatural #alimentacaosaudavel #bemestar

Médico receita alimentos saudáveis no lugar de remédios

PrincessButtercup
há um ano25 visualizações

Há quem diga que a cura das mazelas do corpo está nos alimentos. De todo modo, o pai da medicina, Hipócrates, dizia: “deixe que a comida seja teu remédio e teu remédio, a tua comida”. E o cirurgião bariátrico Garth Davis parece concordar em gênero, número e grau. É que esse texano, do Memorial Hermann City Medical Center, montou uma farmácia um tanto diferente. No lugar de uma loja com balcão e um monte de potinhos com comprimidos, ele fez uma quitanda. Sim! Uma quitanda de verdade, com legumes, verduras e frutas.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Médico receita alimentos saudáveis no lugar de remédios

Você deve estar se perguntando de onde veio tamanha ousadia ou talvez, certa irresponsabilidade em montar uma feira no meio do hospital. No entanto, o doutor sabe o que faz. Ele tratou tantos pacientes com diabetes e pressão arterial elevada, que resolveu pregar profilaxia e cura para esses males diretamente relacionados com o estilo de vida e alimentação. Males que uma boa e rica dieta poderia facilmente evitar. Assim, revoltado com o descaso que os pacientes tinham com a saúde, ele resolveu abdicar de prescrever medicações para controlar o problema somente e cortar o mal pela raiz, com muitas raízes, tubérculos, leguminosas, frutas e folhas.

Médico receita alimentos saudáveis no lugar de remédios

Dr. Davis, que montou uma super clínica de emagrecimento em Houston, no Texas (EUA), ensina a seus pacientes o poder das mudanças de dieta e do estilo de vida que levam a uma saúde melhor. Ele diz que, até agora, os pacientes responderam muito bem à proposta.

Com carta branca do hospital para a ideia pioneira, ele convidou o supermercado Rawfully Organic, especializado em orgânicos, para abrir a "Farmácia Stand", que funciona das 10h às 14h, toda quarta-feira, dentro do hospital. Os pacientes encomendam caixas de comida orgânica, com até US$ 10 de desconto, sobre os US$ 25 (por caixa), se tiverem receita médica.

No Brasil, dr. Lair Ribeiro se dedica a esclarecer os brasileiros sobre esses cuidados. Vale muito a pena ver!

----------

Por Pilar Magnavita

#alimentação #comidasaudável #gastronomia #bem-estar

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.