Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

10 alimentos que descascamos errado a vida inteira

Pilar Magnavita
há 2 anos4 visualizações

Se você é dos meus, então nós dois sabemos bem o dobrado que a gente corta com a faca de cozinha: descascando batatas, tomates (argh! é o pior), laranjas... Sou do tipo que aprendi a cozinhar na marra. Depois de crescer num castelo de princesa, casei-me e me tornei a verdadeira gata borralheira. Já me queimei severamente (e ainda me queimo) tanto quanto já me cortei. Até que, finalmente, venho aprendendo uns truques de mestre cuca. E, na parte mais chata da cozinha que é descascar e cortar as coisas, já posso te contar uns segredinhos que aprendi aqui, ali e na internet, é claro!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Espia só:

#1 Morango: Tirar a tampinha do morango com um canudo

#2 Alho: Descascar alho em segundos, sacudindo os dentes em uma tigela feito chocalho. Saiu tudo, gente!

#3 Laranja: Descascar laranja pode ser muitíssimo mais fácil do que você imaginava. Estava fazendo tudo errado! Basta um corte superficial em torno da fruta e encaixar uma colher entre os gomos e a casca. Vai sair tudo!

10 alimentos que descascamos errado a vida inteira

#4 Laranja e tangerina: para comer os gominhos sem se lambuzar demais, aqui vai uma dica de mãe! Corte as extremidades da fruta e depois faça um talho em um lado até o meio. Assim, ó:

#5 Manga: Eu, você e o mundo estávamos fazendo isso errado. Tolinhos, todos nós. Agora aprendemos o certo: para descascar uma manga, basta ter um copo de vidro à mão.

10 alimentos que descascamos errado a vida inteira

#6 Kiwi: vale a mesma técnica do copo para a fruta.

#7 Abacate: novamente, o copo! Guacamole em segundos, galera!

10 alimentos que descascamos errado a vida inteira

#8 Banana: sim. Você não fazia ideia de que estava descascando a banana de forma errada. Primeiro, não se descasca pela ponta que a liga ao cacho, mas pela outra. Segundo, deve-se pressionar primeiro para puxar para os dois lados depois. Assim, ó!

#9 Pimentões: realmente não é tão difícil. É só remover o miolo com a faca. Pronto! Não haverá mais sementes de pimentões brotando nos teus pratos.

10 alimentos que descascamos errado a vida inteira

#10 Ovo cozido: depois de esfriar, tire a casca das duas extremidades e sopre em uma delas. Voilá!

Agora, padawan(*), é só praticar!

#padawancozinhando #gastronomia #descascaralimentos #culinária #cozinhadasgaláxias

(*) padawan: de Star Wars e significa "aprendiz", "aluno".

Invista no peixe e mande o coelhinho passear nesta Páscoa

Pilar Magnavita
há 2 anos4 visualizações
Invista no peixe e mande o coelhinho passear nesta Páscoa
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Que os ovos de Páscoa estão com o preço pela hora da morte a gente sabe. Há uns bons anos só as criancinhas na minha família recebem o danado de presente, enquanto o restante se contenta feliz com a boa e velha caixa de bombons amarelinha da Garoto ou azulzinha da Lacta ou da Nestlé.

E se por um lado paramos de enriquecer o coelho, por outro passamos a financiar mais a pesca do bacalhau.

Não sabe fazer? Ah! Não se preocupe!

Invista no peixe e mande o coelhinho passear nesta Páscoa

Com a prática, viramos especialistas. Anote aí que vou te dar três receitinhas boas e saudáveis para o bolso (nem tanto para o corpo) para você ter uma boa Páscoa em família.

Invista no peixe e mande o coelhinho passear nesta Páscoa

Bolinho de bacalhau: pague um cadinho mais, mas compre um bom bacalhau da Noruega. Coisa de 1,5 kg. Você vai precisar de 1 kg de batatas (se puder escolher o tipo, prefira a baraka), um ramo de salsinha e cebolinha, uma cebola bem picadinha, pimenta-do-reino moída na hora, duas claras, azeite de oliva (extra virgem, por favor) e óleo para fritar (se tiver a fritadeira a ar, melhor).

Dessalgue o bacalhau, trocando a água por quatro ou cinco vezes de um dia para o outro. Cozinhe o bacalhau por cerca de dez a 15 minutos. Pique a batata e cozinhe na água do bacalhau.

IMPORTANTE: Limpe o bacalhau, tire os espinhos

Depois, desfie e amassando-o bastante. Junte a batata ao bacalhau e amasse tudo junto ainda mais. Coloque cebola picada, salsinha e cebolinha, pimenta e azeite. Prepare as bolinhas e frite em óleo quente.

Invista no peixe e mande o coelhinho passear nesta Páscoa

DICA: se quiser deixar mais crocante por fora, passe rapidamente as bolinhas em farinha de trigo ou farinha de aveia. Fica uma casquinha muito boa! Bom para tomar com uma cervejinha gourmet.

Bacalhau espiritual (Spoiler alert: este vai dar trabalho, mas tem um final muito feliz)

Para fazer o bacalhau: 1 kg de bacalhau dessalgado e limpo (vai no bacalhau congelado, amiga!), dois litros de leite, tomilho, louro e alecrim, uma cabeça de alho cortada pela metade.

Para preparar a massa: meio litro do leite que você já usou para cozinhar o bacalhau, três pães franceses, dois dentes de alho.

Complementos: 150ml de azeite extravirgem, 300g de cebola picada, quatro dentes de alho picados, uma cenoura ralada, sal, pimenta, 300g de parmesão ralado.

Molho bechamel: 50g de farinha de trigo, 50g de manteiga, o restante (600ml) do leite usado para ferver o bacalhau, uma colher (sopa) de mostarda de Dijon, sal, pimenta, noz-moscada

Preparo: Ferva todo o leite com as ervas e o alho. Cozinhe o bacalhau neste leite, sem deixar ferver, durante 15 minutos com a panela tampada (fogo baixo!). Retire, deixe esfriar e desfie o peixe todinho. Deixe o bicho quietinho, num canto da cozinha. Cuidado com os cachorros e gatos da casa! Depois corte um pão em fatias e toste (um cadinho só) no forno com azeite. Quando retirar do forno, esfregue alho nas fatias. E deixe o pãozinho quieto em algum lugar. Retire o miolo dos outros dois pães e separe. Jogue o leite quente em cima deles e misture tudo muito bem até fazer uma espécie de pasta. Agora vamos ao fogo!

Refogue a cebola no azeite, junto com a pimenta (de preferência dedo de moça, mas se não tiver, prefira moer na hora) e o alho. Acrescente a cenoura ralada e o bacalhau. Mexa até secar tudo (porque a cenoura vai soltar uma água). Coloque o pão molhado e novamente misture. Coloque mais pimenta e sal e sirva num tabuleiro.

Agora vamos ao creme: derreta a manteiga e junte a farinha de trigo. Deixe cozinhar por dois minutos e depois junte o leite fervendo. Cozinhe até engrossar bem! Pode colocar a mostardinha (colher) para dar um sabor gostosinho. Esse creminho que formou vai se juntar com o bacalhau. Misture tudo e cubra com parmesão. Deixe gratinar no forno a 180ºC (cerca de 20 minutos).

Invista no peixe e mande o coelhinho passear nesta Páscoa

Voilá! É para comer de joelhos com aquela torradinha que você preparou antes! Receita do Claude Troigros! Excelente para comer com vinho de blend de uvas verdes (Trio da Concha Y Toro), Brejeiro português ou o lusitano vinho verde do Alentejo.

Bacalhoada portuguesa: pode ser o bacalhau imperial, do porto ou da Noruega, mas é preciso ter boa origem. Fuja do zarbo, mas fique à vontade para escolher o saithe ou o norueguês. Cozinhe na água por 20 minutos até dessalgar e desfie. Você vai precisar de dois tomates cortado em tiras, uma cebola grande cortada em rodelas, uma metade dos três pimentões verde, amarelo e vermelho, em tiras, um quarto de xícara (chá) de azeitonas pretas sem caroço, duas colheres (sopa) de cheiro-verde picado, sal a gosto, meio quilo de batatas médias sem cascas, cortadas em rodelas e cozidas "al dente", 750 ml de azeite, cheiro-verde picado a gosto (porque isso não pode faltar!), três ovos cozidos cortados em quatro partes.

O preparo é fácil. Você levou mais tempo separando os ingredientes do que necessariamente preparando o prato. Numa tigela junte o bacalhau, tomate, cebola, pimentões, azeitonas e salgue tudo no ponto.

Depois, transfira para um refratário untado com azeite. Você vai fazer camadas! Uma de bacalhau com uma de batatas. Regue com bastante azeite e leve ao forno com papel alumínio, a 180°C e por 40 minutos. Retire o papel alumínio e deixe por mais 10 minutos. Retire do forno, salpique cheiro-verde por cima, distribua os ovos cozidos e sirva em seguida com arroz bem soltinho. E pode carregar no azeite, amigo!

Invista no peixe e mande o coelhinho passear nesta Páscoa

Um vinho legal para acompanhar a bacalhoada pode ser um vinho mais forte como um Merlot, Tempranillo e até mesmo o Dão português.

Tudo muito bom!

#receitasdebacalhau #codfish #bacalhau #pascoa #gastronomia #culinária

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.