Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

5 por US$ 56: as chips mais caras do mundo estão na Suécia

Tapa Da Pantera
há um ano1 visualizações

Quanto você paga por uma latinha de chips da Pringles? Uns R$ 15? Ou R$ 20, talvez? E aposto que você não acha isso baratinho, né? Pois a importada que está em vários mercados brasileiros não está nem perto de ser a mais cara do planeta. Essa “honra” é dos suecos. Lá, uma caixinha especial com cinco chips (são cinco unidades mesmo) pode custar US$ 56. Sim, você leu direito: CINQUENTA E SEIS DÓLARES. 

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
5 por US$ 56: as chips mais caras do mundo estão na Suécia

O mais curioso é que o fabricante dessas chips superinflacionadas é uma… cervejaria! Sim, a cervejaria artesanal St. Erik’s se considera uma das melhore da Suécia e raciocinou da seguinte maneira: eles acham que sua cerveja é de primeira classe e, por isso, precisa de um aperitivo de primeira classe para acompanhá-la. Eis, então, as St. Erik’s Chips. 

5 por US$ 56: as chips mais caras do mundo estão na Suécia

O preço soa exagerado, mas o mesmo vale para a lista de ingredientes das “chips mais exclusivas do mundo”. Elas são feitas com matsutake (um tipo de cogumelo colhido nas florestas de pinheiros do norte da Suécia), alga marinha trufada (uma alga colhida nas águas ao redor das Ilhas Faroe que tem sabor de trufa), crown dill (uma erva colhida na Península Bjare, no sul da Suécia), cebola Leksand (variedade que cresce nos arredores da cidade de Leksand), e batatas Ammarnas (uma espécie que existe apenas na cidade sueca de Ammarnas).

5 por US$ 56: as chips mais caras do mundo estão na Suécia

Ah, sim. Tem mais um ingrediente: mosto de cerveja, o que já era de se esperar vindo de uma empresa que vive da bebida. Mosto é um líquido doce que vem do malte de cevada. No caso específico dessas chips, o mosto vem de uma cerveja tipo India Pale Ale e é usado congelado para dar um toque adocicado às chips. 

5 por US$ 56: as chips mais caras do mundo estão na Suécia

E aí, já começou a achar que as CINCO chips valem US$ 56? 

Mais uma vitória das artesanais: eis que surge a cerveja em pó

Tapa Da Pantera
há um ano8 visualizações
Mais uma vitória das artesanais: eis que surge a cerveja em pó
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Não tem como esconder. Apesar de as grandes tentarem abafar e usarem seu lobby para aumentar impostos, as cervejarias artesanais existem em número cada vez maior no Brasil e no mundo. Quem ganha é o consumidor. Tanto na qualidade quanto na variedade. E se as artesanais ainda não conseguem produzir tanto nem vender por tão pouco quanto as gigantes, elas compensam na criatividade.

A dinamarquesa To Øl, por exemplo, deu um passo gigante ao desenvolver uma cerveja em pó. Sabe aquele passeio no parque no fim de semana? Ele agora dispensa o cooler. Você só leva uma garrafa térmica com água gelada, mistura com o pó e pronto: cerveja instantânea! Os inventores até dizem que você pode levar o pó no avião e pedir só água com gás a um comissário de bordo. Está pronta sua cerveja.

E como isso é possível? Com um processo de congelamento que isola açúcares, proteínas e elementos aromáticos e que dão amargor. Tudo isso vira pó. A pegadinha é que o processo faz evaporar a água e o álcool, então você faz a mistura e tem o sabor de cerveja, mas sem o álcool.

Mas calma, tem solução pra tudo: os inventores sugerem que você misture a cerveja em pó com água com gás e mezcal, aquele destilado bem comum no México e que tem teor alcoólico de até 55%. É a combinação perfeita.

E aí, quer experimentar? Vai com calma porque o povo da To Øl ainda não começou a vender esse pozinho mágico pela internet. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.