Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Aprenda a fazer os 5 drinks de verão mais populares da América Latina

Tapa Da Pantera
há 9 meses49 visualizações
Aprenda a fazer os 5 drinks de verão mais populares da América Latina
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Muda a estação do ano, mudam seus hábitos etílicos. Bom, talvez não mude os seus, mas a maioria da população escolhe seus drinks de acordo com o ambiente - e a temperatura exerce grande influência nisso. A prova é que os cinco drinks mais pedidos na América Latina durante o verão são mais leves, com frutas e refrescantes. Não acredita? Então olha a lista!

1. Caipiroska

A caipiroska é a irmã da caipirinha. Em vez de usar cachaça (ou aguardente de cana!), leva vodca e, em algumas variações, Martini. A receita é igual à da caipirinha. Limão espremido, vodca, mistura e gelo picado. Basta saber o tempo certo de misturar e pronto.

2. Daiquiri

Há quem diga que o daiquiri é o drink preferido de muita gente que nunca experimentou. Há quem diga que foi inventado no século XIX por um inglês que era dono de uma mina em Cuba. Sem gin, usava rum para receber seus compatriotas em jantares, mas disfarçava com limão. O resultado acabou sendo o daiquiri.

Hoje em dia, a receita básica leva rum branco, limão e açúcar. Coloque tudo no copo (só esprema o limão na hora!), adicione gelo, misture e pronto. Se quiser caprichar na apresentação, sirva em um copo congelado.

3. Mojito

Outro drink nascido em Cuba e feito com base de rum. Não é dos mais fáceis de fazer em casa, mas vale a pena o esforço. Leva rum, menta, club soda e açúcar. Coloque a menta em um copo longo, adicione açúcar e meio limão espremido. Não deixe de molhar toda a menta. Em seguida, coloque uma dose de rum e misture tudo de novo. Por fim, adicione gelo e complete com club soda.

4. Cuba Libre

Sim, continuamos em Cuba, a Meca dos drinks de verão. Se você quiser comemorar a liberdade de ilha dos irmãos Castro, use rum, limão, gelo e cola (serve Pepsi, se você estiver imaginando). Comece pelo gelo, adicione o suco do limão, o rum e complete com a cola. E pronto!

5. Uísque com cola

Na maioria dos lugares, esse drink é conhecido como Jack and Coke, porque é feito com Jack Daniel’s e Coca-Cola, mas a receita vale para qualquer uísque e qualquer cola (sim, aqui também serve Pepsi). O preparo é o mais simples possível. Encha um copo com gelo, adicione uma dose de uísque e complete com cola. Sem mistério.

As Session IPAs estão na moda, mas você sabe o que é uma cerveja "session"?

Tapa Da Pantera
há 10 meses33 visualizações

Nada é mais “artesanal” no mundo das cervejas do que uma IPA, ou India Pale Ale. São cervejas normalmente mais amargas e que dão ao cervejeiro uma liberdade que ele não teria para fazer uma weissbier, por exemplo. Enquanto a cerveja de trigo alemã segue uma receita super tradicional, nas IPAs cabe todo tipo de invencionice. É por isso que elas fazem tanto sucesso.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
As Session IPAs estão na moda, mas você sabe o que é uma cerveja "session"?

E a grande sensação nos bases do momento são as “Session IPAs”. O nome já ajuda, né? É legal de postar no Instragram que “estou tomando uma SESSION”. É modinha, todo mundo já sabe, mas parece algo extremamente sofisticado praqueles seus amigos que não conhecem tanto assim de cerveja.

Mas, falando sério agora, que diabos é uma cerveja session? É uma cerveja com teor alcoólico quase sempre entre 3 a 4% (bem abaixo da média, embora seja possível encontrar cervejas do tipo com até 5%), com alta “drinkablity”, que é outro nome chique pra dizer algo básico: você pode beber muito sem ficar bêbado. 

É daí, aliás, que vem a explicação para o nome “session”. Durante a Primeira Guerra Mundial, trabalhadores ingleses só podiam beber em dois horários. De 11h às 15h e de 19h às 23h. Cada período desses era uma “session”. Uma “cerveja session” era aquela que o cidadão podia tomar uma a cada meia hora (oito copos em quatro horas) e voltar ao trabalho ainda sóbrio. Sacou?

Então se sua ideia de diversão é beber bastante e manter a lucidez, procure sempre cervejas com, no máximo, 5% de teor alcoólico. Os estudos mostram que a partir dos 6%, já não dá pra chegar ao fim de uma “session” com todos sentidos aguçados. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.