Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Cinco receitas de caldinhos deliciosos para você se aquecer neste inverno

Tapa Da Pantera
há um ano29 visualizações

O frio parece ter chegado para a maioria das cidades brasileiras. As de Santa Catarina que o digam! Em Urupema, na serra catarinense, a temperatura mínima foi de 4,3°C negativos, a menor do Brasil. Até agora! Ainda nem entramos em junho e o ar polar atingiu nossos ares tropicais com tudo.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Pois é! Chegou a hora de fazer aquele estoque de gordices na dispensa para uma temporada que casa perfeitamente com os novos episódios de Game of Thrones.

E para esquentar os ânimos e o coração, nada melhor do que cremes e sopas bem quentinhas, do jeito que vovó fazia. Com gosto de lar, chamegos e muito conforto. Pensando neste friozinho e nas muitas novidades do Netflix, que tal fazer uns caldinhos deliciosos e super práticos, para tomar debaixo do cobertor, jiboiando no sofá?

Juro que não vão tomar muito do teu tempo (ao menos não a maioria delas):

#1 Creme de ervilha no pão italiano

Cinco receitas de caldinhos deliciosos para você se aquecer neste inverno

De comer de joelhos, chorando e agradecendo a Deus!

Você vai precisar de: 400 gramas(s) de ervilhas partidas secas, 100 gramas(s) de manteiga, 150 gramas(s) de bacon cortado em cubinhos, 2 unidade(s) de folhas de louro, 1 unidade(s) de cebola media picadinha, sal, pimenta-do-reino moída na hora a gosto, caldo de carne a gosto, 100 gramas(s) de creme de leite fresco, pães italianos, 50 gramas(s) de manteiga, 2 colheres (sopa) de azeite de oliva.

A parte mais trabalhosa é amolecer a ervilha. Por favor, não use o grão em lata, porque não é a mesma coisa. Dá para deixar de molho por duas horas ou (se é afobada como eu) ferva na panela de pressão. A diferença é que a fervura levanta uma espuma danada! Mas se sua panela for boa, você não terá acidentes. Faça isso com um litro de água, por meia hora. Depois que ficar bem molinha, o resto é simples.

Você precisa cortar a tampa do pão italiano e retirar o miolo. Não jogue fora! Salgue um pouquinho e doure na frigideira com azeite. Ficarão torrados e deliciosos. O restante do pão, jogue uns fios de azeite dentro e leve ao forno para aquecer no fogo baixo.

Enquanto isso, você vai refogar a cebola com o bacon com a manteiga. Eu sei que o porco já libera a própria gordura, por isso, use só uma colher pequena de sobremesa de manteiga, apenas para a cebola não grudar no fundo. Acrescente a ervilha e o caldo de carne. Depois da refogada, bata no liquidificador com o creme de leite.

Retire o pão do forno, despeje o caldo e sirva com a torradinha de miolo e o queijo ralado em cima. Se quiser, dá para acrescentar cebolinha cortadinha e um pouquinho mais de bacon tostado.

Delícia!

#2 Sopa de cebola

Cinco receitas de caldinhos deliciosos para você se aquecer neste inverno

Um dos meus pratos franceses prediletos é o soupe de l'oignon au fromage gratinée. Ou, como o povo conhece: a sopa de cebola. Foi a comida dos pobres na França durante séculos, até chegar aos menus de 95% dos chefs parisienses hoje em dia.

Junte aí: 80g de manteiga e um pouco mais para as torradas, 4 cebolas descascadas e cortadas em fatias finas,1 colher de sopa de farinha de trigo,3 raminhos de tomilho (opcional),1 colher de sopa de vinagre balsâmico (opcional), 400ml de vinho branco ou cidra, 600ml caldo de carne caseiro ou pronto de boa qualidade, sal e pimenta moída na hora, 8 fatias de baguette original ou do brasileiríssimo pão francês genérico, 1 dente de alho cortado ao meio e fundamentais 150g de gruyère ralado. Ah! E um merlot.

Comece abrindo a garrafa de merlot e servindo uma taça, para deixar a bebida respirar. Depois, derreta a manteiga em fogo baixo, utilize uma panela grande de fundo grosso. Adicione a cebola, tempere e cozinhe mexendo regularmente até ficar marrom. Provavelmente vai demorar umas 90 minutos. Por isso, pegue aquela tacinha de merlot e dê um tempo no sofá, checando de quando em quando a cebola.

Quando a mistura estiver marrom, misture a farinha e o tomilho e cozinhe por alguns minutos, mexendo sempre. Em seguida adicione o vinagre e um terço do vinho/cidra mexendo e raspando todos os pedaços marrons do fundo da panela. Misture o restante do vinho/cidra espere reduzir um pouco e junte o caldo. Deixe ferver até o vinho reduzir (e não dar aquele gosto de álcool). Cozinhe por cerca de uma hora em fogo baixo. Enquanto isso, aqueça o forno, esfregue o alho nas fatias de pão torrado e pincele com manteiga derretida de ambos os lados.

Use uma concha para servir em pratos de sopa que possam ir ao forno. Coloque as fatias de pão sobre a sopa, uma quantidade generosa de queijo e leve ao forno até dourar.

Voilá! Pegue uma colher imediatamente!

Cinco receitas de caldinhos deliciosos para você se aquecer neste inverno

#3 Caldo verde

Cinco receitas de caldinhos deliciosos para você se aquecer neste inverno

Hum!!!!! Aquele caldinho verde que vovó e mamãe faziam!

Não se desespere! Vou te ajudar a fazer um tão bom quanto:

Ingredientes: quatro batatas médias, uma colher (sopa) de óleo, cinco xícaras (chá) de água, 1 tablete de caldo de galinha, uma colher ( sopa ) rasa de sal, uma xícara (chá) de couve (aquelas já cortadas em tirinhas no mercado, né, amiga?!), se não for vegetariano coloque também, uma linguiça calabresa defumada cortada em rodelas

Como fazer?

Calma. Vamos juntos!

Em uma panela de pressão coloque a água, o óleo, sal o caldo de galinha e as batatas. Deixe cozinhar por pelo menos 10 minutos após a panela pegar pressão, e certifique-se de que a batata desmanchou após o cozimento.

Bata esse caldo no liquidificador até virar um creme.

Em uma outra panela adicione a couve manteiga e mexa bem, então desligue o fogo e sirva.

Para a versão com calabresa, após bater o caldo no liquidificador, frite as calabresas na panela e então inclua o caldo e a couve. Eu, particularmente, gosto de cortar a calabresa em pedaços.

#4 Creme de cenoura e açafrão

Cinco receitas de caldinhos deliciosos para você se aquecer neste inverno

Uma das minhas preferidas. E receita da poderosíssima nutricionista Patricia Leite, do Rio de Janeiro.

Você precisa de:  uma cebola, dois dentes de alho, 50ml de azeite, 400g de batata descascada, 400g de cenoura descascada, um litro e meio de água, 50ml de creme de leite light, pistilos de açafrão (ou desidratado) a gosto, sal a gosto. Se gostar, uma pimentinha também cai bem.

Em uma panela, refogue a cebola e o alho no azeite. Adicione as cenouras e as batatas e mexa. Coloque a água e deixe cozinhar até ficarem bem macios. Em seguida, bata tudo no liquidificador e retorne à panela. Acrescente o açafrão e o creme de leite light, acerte o sal e cozinhe mais alguns minutos.

Para os gulosos como eu, uns croutons ou uns bacons fritos caem super bem por cima. Só para dar um gostinho em cima. Uma colherzinha, gente!

#5 Capeletti in brodo

Cinco receitas de caldinhos deliciosos para você se aquecer neste inverno

Ricetta della nonna!

Anote aí os ingredientes: três litros de água, um peito de frango sem pele, um colher (sopa) de sal, uma cenoura ralada, 500g de capeletti, um tablete de caldo de galinha, uma pitada de noz moscada, 1/4 xícara (chá) de salsa e cebolinhas picadas, sal a gosto

Ferva a água e acrescente o peito de frango, o sal, a cenoura e deixe cozinhar por 1 hora. Retire o peito de frango e reserve. Junte o capeletti e acrescente o caldo de galinha. Tampe a panela e deixe ferver por 10 minutos. Adicione a noz moscada.

Desfie o frango e adicione à sopa, junto com a salsa e a cebolinha.

Bisu da Pantera: desfiar o frango.

Acerte o sal e tome!!!!

----------

Por Pilar Magnavita

#gastronomia #culinária #inverno #caldos #sopas #pratosdeinverno

Cinco receitas que provam que Oreo é o melhor biscoito do mundo

Tapa Da Pantera
há um ano7 visualizações
Cinco receitas que provam que Oreo é o melhor biscoito do mundo
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Oreo é a resposta para muita coisa na vida. Quer dizer.... é o colinho confortável que muitas vezes estamos precisando, não é mesmo? Uma poesia industrializada em forma de biscoito recheado, fazendo a alegria de crianças e adultos desde 1912. Com leite, refrigerante ou água de filtro, vai bem com quase qualquer coisa.

Sim, são mais de 100 anos! E com um século contribuindo com a gastronomia mundial, Oreos deixaram de ser apenas um produto industrializado final para serem ingredientes.

#1 Chocolate quente de Oreos

Cinco receitas que provam que Oreo é o melhor biscoito do mundo

O inverno está às nossas portas, o que significa que são chegados os tempos de se aconchegar na cama ou no sofá, com um cobertor quentinho, Netflix e uma companhia super agradável. Tipo seu cão ou gato! ;0)

Assim, tá na hora de apimentar seu chocolatinho clássico com um cadico de caramelo, doces, e até mesmo sorvete. Nada muito obsceno. Apenas um pouquinho de criatividade, que não faz mal!

Ferva o leite. Enquanto isso, quebre um Oreo no fundo de uma caneca. Despeje mistura pronta de chocolate quente em cima de Oreo ou cacau em pó. Mexa. Cubra com chantilly e quebre outro Oreo por cima.

#2 Pavê de Oreo

Cinco receitas que provam que Oreo é o melhor biscoito do mundo

Ingredientes:  você precisa comprar umas quatro embalagens, porque vai precisar usar 36 biscoitos Oreo. Dois potes de doce de leite, duas latas de creme de leite sem soro, duas xícaras de açúcar e pedacinhos de chocolate.

Triture os biscoitos no liquidificador, mixer ou com as próprias mãos. Espalhe por uma forma em uma camada. Bata o creme de leite com o açúcar e espalhe metade por cima do biscoito triturado. Depois, coloque mais uma camada com todo o doce de leite. Despeje o resto do creme de leite batido e finalize com os os floquinhos de chocolate. Deixe no freezer por uma hora ou na geladeira por 4 horas antes de servir. 

Loucura!

#3 Trufa de Oreo

Cinco receitas que provam que Oreo é o melhor biscoito do mundo

Socorro!!!

Ingredientes: dois pacotes de Oreo, 80g de cream cheese, 150g de chocolate ao leite para cobrir.

Modo de preparo: Em um processador, bata os biscoitos (com o recheio) até formarem uma farofa homogênea. Acrescente o cream cheese e junte os dois ingredientes com as mão amassando, até formar uma massa homogênea. Faça bolinhas (eu fiz do tamanho de brigadeiros de festa e deu cerca de 20 unidades) e leve ao congelador por cerca de 30 minutos. Pique o chocolate e derreta-o em banho-maria, ou no micro-ondas (use a potência de 50% e vá colocando de 1 em 1 minuto, mexendo nos intervalos, até derreter). Passe as bolinhas no chocolate e coloque sobre um plástico ou papel manteiga e leve por cerca de 20 minutos a geladeira.

Não é Deus!

#4 Clássico milk-shake de Oreo

Cinco receitas que provam que Oreo é o melhor biscoito do mundo

Ingredientes: duas xícaras de sorvete de creme, uma xícara de leite, sete biscoitos Oreo triturados, quatro colheres de calda de chocolate.

Modo de preparo: Coloque os biscoitos em um saco plástico fechado e quebre eles até obter pedaços do tamanho desejado. Utilize um rolo de amassar ou o fundo de um copo para quebrá-los. Coloque duas xícaras de sorvete de creme, uma de leite e os biscoitos em pedaços dentro do liquidificador. Ajuste o liquidificar na velocidade alta e bata até que esteja bem misturado. O milkshake deve estar suave e cremoso sem qualquer pedaço sólido de sorvete. Despeje uma colher de sopa da calda de chocolate em cada uma das quatro taças. Despeje o milkshake em cada taça e misture. Coloque como cobertura um pouco de migalha de biscoito ou sobre um creme chantilly.

#5 Naked cake de Oreo

Cinco receitas que provam que Oreo é o melhor biscoito do mundo

Recheio: três latas de leite condensado, duas colheres de sopa de manteiga, uma pitada de sal, uma barra de chocolate branco (opcional), dois pacotes de Oreo e uma colher de extrato de baunilha.

Faça um brigadeiro branco com o leite condensado, manteiga e a pitada de sal. Se preferir derreta uma barra de chocolate branco, porque fica muito bom! Deixe o brigadeiro bem consistente.

Massa: seis colheres de sopa de cacau em pó dissolvido em 240 ml de água, 50 g de manteiga sem sal, três xícaras de açúcar, três ovos, três xícaras de farinha de trigo, uma xícara de leite, uma colher de sopa de bicarbonato de sódio, uma pitada de sal. 

Em uma batedeira despeje a manteiga, o açúcar e a pitada de sal e bata até a mistura ficar bem polvilhada. Acrescente os ovos e bata novamente até que fique um creme claro. Peneire a farinha e reserve. Dissolva o cacau em pó em 240 ml de água, aos poucos acrescente a farinha peneirada e o chocolate dissolvido na batedeira.

Continue batendo, por fim, acrescente meia xícara de leite na outra metade do leite dissolva o bicarbonato de sódio, misture tudo e bata bem.

Leve para assar em uma assadeira untada de 30 cm, em forno médio preaquecido, por 45 minutos.

Montagem:

Espere esfriar para tirar do tabuleiro. Com uma linha de costura ou faca afiada, corte o bolo ao meio, separando a parte superior da inferior. Cubra com brigadeiro branco e biscoitos triturados nas duas superfícies. É para ficar em camadas. No topo do bolo, sobre o brigadeiro, dá para enfeitar com creme de marshmallow ou claras batidas com açúcar de confeiteiro. E ainda dá para picar mais biscoitinhos por cima!

E pronto! Depois é só caminhar por cinco dias e meio para gastar todas essas calorias. :oD

----------

Por Pilar Magnavita

#dolcevita #gastronomia #culinária #receitas #doce #sobremesas #oreo

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.