Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Esses são os 5 erros mais comuns cometidos por quem está iniciando na cozinha

PrincessButtercup
há 4 meses2.0k visualizações

Cozinhar não é tão fácil quanto aqueles chefs da TV fazem parecer. Todo mundo que já tentou reproduzir um prato ou fazer algo do zero sabe disso. Mas a gente continua tentando porque, no fim das contas, cozinhar tem grandes vantagens: é mais barato do que comer fora, pode ser muito mais saudável e você pode usar sempre seus ingredientes preferidos. Mas se você está apenas começando suas aventuras ao fogão, fique atento e tente evitar esses erros bastante comuns:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Esses são os 5 erros mais comuns cometidos por quem está iniciando na cozinha

1. Não aquecer a panela

Se você vai fritar ou selar uma carne, a panela ou frigideira deve passar de cinco a sete minutos aquecendo. Menos do que isso, e a carne não vai selar como necessário. O cenário mais comum nesse pequeno desastre é o cozinheiro deixar a carne mais tempo de cada lado, fazendo ela ficar mais passada do que deveria.

2. Adicionar líquido demais

Se você vai refogar algo, seja com água ou vinho, não exagere no líquido. Tem gente que enche a panela de água até cobrir a comida toda. Por favor, não.

Esses são os 5 erros mais comuns cometidos por quem está iniciando na cozinha

3. Temperar além da conta

Tem gente que usar uma dúzia de temperos diferentes em um prato. Na maioria dos casos, isso mais confunde o paladar do que dá gosto a mais à sua refeição. Nessa matemática, adicionar não é sempre melhor. Segundo chefs profissionais, um prato deve ter no máximo quatro sabores principais (além de alguns elementos aromáticos). Ou seja, pegue leve na quantidade de temperos.

4. Adicionar amido para engrossar molhos

É muito comum que as pessoas fiquem ansiosas enquanto esperam seus caldos, molhos ou cremes engrossarem. A consequência disso é que o povo acaba colocando muito amido ou farinha antes da hora. O melhor a fazer mesmo é sempre esperar. Muito amido vai tirar o sabor.

Esses são os 5 erros mais comuns cometidos por quem está iniciando na cozinha

5. Mexer a carne com uma espátula ou uma colher

Muita gente acha que saltear é simplesmente cozinhar algo em fogo alto, mas não é bem assim. O conceito de saltear envolve não deixar a comida ficar fumegante na panela, e isso significa fazer a comida saltar (o cozinheiro deve manusear a panela jogando a comida levemente para o alto) e não misturá-la com uma espátula. 

3 truques psicológicos que restaurantes aplicam em você

Tapa Da Pantera
há 5 meses1.0k visualizações

A maioria de nós nunca parou para pensar nisso, mas projetar, construir e decorar um restaurante exige muito mais do que mesas e talheres bonitinhos e peças curiosas penduradas nas paredes. E designers de restaurantes - sim, existem pessoas especializadas nisso - pensam em cada mínimo detalhe, inclusive alguns que são pensados estrategicamente para afetar o comportamento do consumidor. Quer ver?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Iluminação

3 truques psicológicos que restaurantes aplicam em você

A luz deve ser suave e fazer os clientes se sentirem bem. Quem vai a um restaurante, afinal, quer se sentir confortável e relaxado. O segredo é usar uma luz ambiente mais baixa (com luminárias “penduradas”) e suave que complemente a luz do teto. Também é importante que essa iluminação funcione como complemento também da luz do dia. A grande intenção por trás disso é fazer o cliente continuar no restaurante por longos períodos de tempo - assim, ele continua pedindo comidas e/ou bebidas.

2. Nível de conforto dos móveis

3 truques psicológicos que restaurantes aplicam em você

Este item varia de acordo com a classe do restaurante. Se é uma casa ais formal, cadeiras e mesas devem ser pensadas de modo a deixar o cliente bastante confortável. Restaurantes formais, afinal, servem jantares mais longos e mais caros - e bebidas muito mais caras também. Mas se você já foi a algum daqueles restaurantes que fazem o chamado casual dining (pense em Outback, Applebee’s, Red Lobster, etc.) já percebeu que os assentos não são tão confortáveis assim, certo? É porque esse tipo de restaurante ganha mais na quantidade. Logo, tudo é feito para você não continuar sentado tempo demais depois do fim da refeição.

3. Cores

3 truques psicológicos que restaurantes aplicam em você

A cor - das paredes, das mesas, do chão, do teto e de tudo mais - afeta o comportamento do cliente. É por isso que você não vai encontrar restaurantes com cores “quentes” demais (já viu algum lugar com tudo pintado de vermelho?). E se você acha que aquele restaurante mexicano é todo colorido por causa do “tema”, não é bem assim. Normalmente, as misturas de verde, vermelho, amarelo e azul fortes tentam criar um ambiente descontraído, para você comemorar com amigos mesmo. E aposto que aquelas tequilas a mais fazem você achar a decoração uma graça, né?

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.