Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

Tapa Da Pantera
há 2 meses4.2k visualizações

Sabe aquele restaurante chiquéééééérrimo da sua cidade? Aquele que as pessoas vão quando querem comemorar uma data especial e onde gastam uma pequena fortuna no jantar? Pois é. Provavelmente, a conta nesse restaurante não pagaria um prato quebrado nos restaurantes mais caros do mundo. É outra cozinha, outro nível, outro mundo. Dá só uma olhada pra entender.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Ultraviolet (Xangai, China)

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

Aqui, a atração é a “cozinha high-tech”. O Ultraviolet recebe apenas dez clientes por noite, com todos sentados à mesma mesa para uma experiência sensorial que inclui música, vídeo, aromas e simulações. São 20 pratos que mudam o tempo inteiro, então se você ler um relato sobre o Ultraviolet na internet, provavelmente vai viver algo totalmente diferente. E essa experiência custa US$ 598 (R$ 1.870) por pessoa.

2. Aragawa (Tóquio, Japão)

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

O interior é super simples e se você não olhar o cardápio antes de pedir, o Aragawa vai te dar um susto quando a conta chegar. É que a casa é especializada em filé wagyu do tipo Sanda, um dos mais raros e mais especiais do planeta. Um corte - se você pedir do menu fixo - fica entre US$ 261 (R$ 820) e US$ 313 (R$ 980). Agora imagina um jantar pra dois incluindo bebida e gorjeta…

3. Masa (Nova York, EUA)

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

A casa do chef Masa Takayama é baseada na simplicidade e no sabor original de cada ingrediente. É um restaurante de alta cozinha para quem não gosta de invencionices. O menu degustação custa US$ 595 (R$ 1.875) por pessoa.

4. Maison Pic (Drome, França)

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

No mundo inteiro, apenas seis restaurantes comandados por mulheres têm três estrelas no Guia Michelin. O Maison Pic é um deles. Para provar a cozinha criativa da chef Sophie-Anne Pic, o menu fixo de nove pratos custa € 320 (R$ 1.190).

5. Per Se (Nova York, EUA)

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

Um dos templos da alta cozinha em Nova York, o Per Se, com vista para o Central Park, cobra US$ 325 (cerca de R$ 1.020) pelo menu fixo. Além do famoso “Ostras e Pérolas” do chef Thomas Keller, a sequência inclui oito pratos sem que um só ingrediente se repita.

6. Ithaa Undersea Restaurant (Ilhas Maldivas)

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

Localizado cinco metros abaixo do nível do mar no Oceano Índico, o Ithaa tem "paredes" de vidro e uma vista de 180 graus para uma quantidade absurda de peixes e animais marinhos. O restaurante é para no máximo 14 pessoas, então você paga mais pela localização privilegiada do que pela comida. E quem vai comer lá paga o menu fixo de US$ 320 (cerca de mil reais) por pessoa.

7. Le Pré Catelan (Paris, França)

Os 7 restaurantes mais caros do mundo

Uma lista de restaurantes caros costuma incluir quase com exclusividade casas que trabalham com menu fixo, mas não é o caso do Pré Catelan. Ele funciona à la carte e cobra, por exemplo, € 100 (R$ 370) pelo foies gras de pato, € 145 (R$ 540) pela lagosta com caviar francês e € 40 (R$ 150) por um suspiro de limão de sobremesa. 

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

Tapa Da Pantera
há 2 meses2.3k visualizações

Se tem uma coisa que não falta ao povo do Starbucks, é criatividade para inventar bebidas especiais - aquelas que não estão no cardápio básico. Sempre aparece alguma coisa nova. E se você viajar e visitar algumas das franquias do Starbucks fora do país, vai ficar ainda mais impressionado com a variedade de coisas que eles servem por aí. Dá só uma olhada…

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

1. Churro Frappuccino (América Latina)

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

Leva xarope de moca com canela, chantilly e canela em pó. Para quem gosta de churros e para você perceber que o Starbucks serve em uma “América Latina” que não inclui o Brasil.

2. Açaí Mixed Berry Yogurt Frappuccino (Ásia)

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

Parece algo que o Starbucks serviria em Belém do Pará, mas não. É apenas nas franquias asiáticas. Feito com iogurte com infusão de açaí e chantilly.

3. Sakura Blossom Cream Latte (Japão)

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

Na primavera, as cerejeiras deixam o Japão mais bonito. É nessa época que o Starbucks faz todo tipo de bebida rosa, como esta aqui, que mistura leite condensado com um molho feito de pétalas de cerejeira e pasta de feijão branco.

4. Matcha Espresso (Ásia)

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

Bebida híbrida que o espresso do Starbucks com leite e matcha, que é um chá verde moído. Bonito, não?

5. Butterscotch Brûlée Latte (Reino Unido)

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

No Reino Unido, se chama Butterscotch Brûlée Latte. No resto da Europa, é Creamy Caramel Latte. É feito com espresso e caramelo.

6. Chocolate Banana Cocoa (Japão)

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

Outra pérola japonesa é essa bebida que pode ser servida quente ou gelada. A receita inclui chocolate, chantilly, bolo esponja de banana, calda de chocolate e pedaços de banana assados com açúcar.

7. Double Chocolate Green Tea Frappuccino (Austrália)

7 bebidas incríveis que o Starbucks serve em lugares diferentes pelo mundo

Mistura o frappuccino de chá verde com achocolatado, grãos de café e matcha. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.