Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Dolce Vita
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Um vinho para ler ou um livro para degustar? Queremos as duas coisas!

Tapa Da Pantera
há um ano11 visualizações

Estava eu revirando a internetchy quando me deparei com essa incrível notícia:

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Gente, caí dura! O coração acelerou, as mãos tremeram, o ar faltou... Até o tempo fechou aqui em casa, esfriou e choveu! Foi como se Deus falasse comigo: “filha, vai que é tua!”. Como se Ele tivesse feito essa lindeza só para mim.

Mas não, não foi Ele. 

Foi a vinícola italiana Matteo Correggia, da região Canale d’Alba, que anunciou o projeto LibrottigliaO nome sugestivo da linha de produtos vem da união de duas palavras em italiano: libro (livro) e bottiglia (garrafa).

Um vinho para ler ou um livro para degustar? Queremos as duas coisas!

O que é isso? É um livreto no rótulo de vinho. É redenção para um dia bom de frio, depois de uma semana de muita correria. Essa belezura de ideia foi desenvolvida pela agência de design Reverse Innovation e tem como principal objetivo a junção entre degustação de vinho e leitura.

Um vinho para ler ou um livro para degustar? Queremos as duas coisas!

Para cada tipo de vinho, um estilo de história. Claro! Uma espécie de harmonização eno-literária. As características de cada vinho são combinados a um gênero narrativo para criar uma experiência maravilhosa. Os livros de tamanho compacto são os rótulos das garrafas de 375 ml e possuem um formato minimalista e contemporâneo. 

Foram escolhidas três histórias, todas impressas em italiano (até agora):

#1 "Tia amo, Dimeticami ("Te amo, esqueça-me", em português), da autora brasileira Regina Nadaesque narra uma paixão intensa. O conto harmonizou-se com o incrível nebiolo da região Roero, em Piemonte.

Um vinho para ler ou um livro para degustar? Queremos as duas coisas!

#2 "L'omicidio" ( "Assassinato"), do jornalista e humorista italiano Danilo Zanelli, é um mistério tingido com humor, que combina com o espírito fresco e leve do branco Roero Arneis, também típica de Piemonte.

Um vinho para ler ou um livro para degustar? Queremos as duas coisas!

#3 O cantora e escritora Patrizia Laquidara é autora de "La Rana nella Pancia" ( "O Sapo na Barriga"), uma fábula intrigante que complementa a personalidade incomum do Anthos. É um tinto seco, feito de Brachetto, uma uva usada comumente para espumantes leves e frutificados com outros aromas, mas que, nas mãos dos mestres enólogos da Matteo Correggia, se tornou uma bela obra de arte de sabor.

Um vinho para ler ou um livro para degustar? Queremos as duas coisas!

Os vinhos ainda não foram precificados e vendidos ao público. No site da Librottiglia, é possível reservar a "trilogia" e aguardar a chegada dos vinhos ao mercado.

----------

Por Pilar Magnavita

#enoliteratura #literatura #vinho #degustação #matteocorreggia #vinhoitaliano #literaturaetílica #docevita

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

PrincessButtercup
há um ano11 visualizações
Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A bela cidade francesa de Bordeaux, depois de um milênio exportando para o mundo os mais incríveis rótulos de vinho, finalmente firmou sua vocação internacional ao inaugurar nesta quarta-feira um museu inteiramente dedicado à bebida. Um paraíso para os apreciadores etílicos do nobre néctar! Além de oferecer aos visitantes todo o conhecimento que há sobre vinhos e outras bebidas fermentadas a base de uvas, o local também tem um parque temático! Sobre vinho, claro!

La Cité du Vin, como foi chamada esse primor de lugar, não foi o primeiro museu do vinho. Há o Museu do Vinho da Califórnia (EUA), Hameau DuBoeuf (França) e Koutsoyannopoulos Wine Museum ( Grécia). No entanto, o La Cité é o maior deles, com mais de 13 mil metros quadrados e uma variedade muito maior de informações e interatividade com o tema.

A loja disponibiliza 800 rótulos, sendo 200 franceses e os demais do resto do mundo, sendo 15 do Brasil: Lidio Carraro Faces Branco Olimpíadas Rio 2016 (Lidio Carraro Vinícola Boutique); Aurora Pequenas Partilhas Cabernet Franc (Vinícola Aurora); Aracuri Cabernet/Merlot (Aracuri Vinhos Finos); Innominabile (Villaggio Grando); Gran Reserva – Raizes Corte (Casa Valduga); Miolo Lote 43 (Miolo Wine Group); Espumante Gran Legado Natural Brut Champenoise (Gran Legado Vinhos e Espumantes); Lidio Carraro Agnus Merlot 2014 (Lidio Carraro Vinícola Boutique); Casa Perini Espumante Moscatel (Casa Perini); Espumante Natural Brut Rose Casa Portuguesa (Vinícola Fazenda Santa Rita); Espumante Cave Geisse Extra Brut (Cave Geisse); Espumante Aliança Moscatel (Cooperativa Vinícola Nova Aliança); Espumante Nature Don Giovanni (Don Giovanni); Espumante Garibaldi Brut Chardonnay (Cooperativa Vinícola Garibaldi) e Espumant Brut Dal Pizzol Rose Charmat (Dal Pizzol Vinhos Finos).

A localização também é tudo de bom: às margens do rio Garonne, o principal cartão postal da cidade. Espera-se que o museu receba cerca de 450 mil visitantes por ano, entre enófilos, sommeliers, crianças e adultos. A proposta da La Cité du Vin é falar sobre o vinho de forma didática e interativa, que atenda todos os públicos.

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

 A construção que custou R$ 330 milhões possui uma obra arquitetônica contemporânea que faz contraste com os prédios locais do século XVIII e XIX. A fachada do museu, composta por centenas placas de alumínio e vidro modelados por diversas curvas, corresponde ao movimento que o vinho faz enquanto está sendo colocado na taça.

O que você pode esperar de La Cité du Vin é uma abordagem totalmente imersiva e sensorial com 20 áreas temáticas, exibições, loja de vinhos, visitação a parreiras, conhecer o processo de vinificação e, é claro, degustar muito com ajuda de especialistas! 

É praticamente um Guggenheim para os amantes da uva. 

A inauguração para convidados aconteceu nesta terça-feira (31) e teve a digníssima presença do presidente da França, François Hollande. É coisa série, pessoal! Os ingressos custam 20 euros (R$ 80) e o espaço abre todos os dias de 9h30 às 19h30.

Aproveitando a boa notícia, resolvemos comemorar com sete rótulos de Bordeaux que são excelentes companhias para passar esse inverno feliz. Tudo por um precinho honesto, porque ninguém está podendo esbanjar, não é verdade? Veja quais:

#1 Château de Jeanguet: Merlot, Cabernet Franc e Cabernet Sauvignon (2014)

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

Preço médio: R$ 39,90 (São Paulo)

#2 Château La Lande: Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernt Franc (2014)

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

Preço médio: R$ 39,90 (São Paulo)

#3 Franc Beauséjour: Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc (2014)

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

Preço médio: R$ 60 (São Paulo)

#4 Château Bidonne-Laffitte: Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc (2014)

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

Preço médio: R$ 47 (lojas online)

#5 Château Franc Saint-Emilion Grand Cru:  Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Merlot (2011)

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

Preço médio para quem quer esbanjar um mucadinho: R$ 100 (lojas online)

#6 Château Haut Rozier: Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Merlot (2011)

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

Preço médio: R$ 80 (lojas online)

#7 Château Tour Saint André: Cabernet Sauvignon, Merlot Cabernet Franc (2008)

Bordeaux ganha maior museu de vinho do mundo com 15 rótulos brasileiros

Preço médio: R$ 100 (lojas online e São Paulo)

----------

Por Pilar Magnavita

#vinho #citeduvin #bordeaux #inverno #gastronomia #enologia #vinhotinto #dicasdevinho #vinhosinverno2016

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.