OUTROS

Estudo conclui que vídeo-games despertam emoções profundas

Pilar Magnavita
Author
Pilar Magnavita
Estudo conclui que vídeo-games despertam emoções profundas

Sabe a máxima: "em um relacionamento sério com meu vídeo-game"? Nunca foi tão verdadeira. É sério, gente! Não sou eu que estou dizendo. É a ciência!

Uma equipe de pesquisadores da Universidade Penn State e da Universidade West Virginia sugere que muitos jogos podem trazer experiências bem profundas para o jogador. Como em um romance! Os cientistas convidaram 512 fãs de videogame para relembrar jogos que foram particularmente divertidos e outros bem marcantes. Em seguida, os participantes avaliaram as próprias percepções sobre cada jogo. Eles contaram que se divertiram muito em todos os games, mas tinham prazer maior em alguns títulos com narrativas e personagens. Revelaram que foram capazes de sentirem culpa, tristeza ou felicidade por alguma decisão tomada. Como em livros, uma peça de teatro, filme, música e um bom jogo de RPG.

O que fazia a diferença na hora de tocar o coraçãozinho do jogador eram os detalhes da história e uma certa visão da espiritualidade humana na narrativa.

Estudo conclui que vídeo-games despertam emoções profundas

Mesmo quando o herói da história é um bandido (GTA, por exemplo), a narrativa cada vez mais elaborada tem trazido um toque bem real sentimentos ao jogador, não é verdade?! Até o próprio e famosíssimo FIFA, que coloca o jogador como manager de um time inteiro além do controle dos jogadores em campo, é envolvente o suficiente para viciar todo mundo. Ou vai me dizer que você fica de boa quando teu jogador preferido, que você investiu tempo e dinheiro, pede para sair do teu time? Ou pior: os dirigentes passam por cima de você e negociam o camarada? Fala a verdade...

Estudo conclui que vídeo-games despertam emoções profundas

Pois é! Essa descoberta é o game over para os críticos que afirmam que vídeo-games não são nada mais do que uma mera diversão.

#videogames #jogoseletrônicos #diversão #ciência #pesquisa