Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Fenomenal
ic-spinner
Hikayeni paylaş
Sevdiğin hikayeleri ve yazarları bul ve takip et. İlham al, sen de kendi hikayelerini yaz. Hikayelerine arkadaşlarını davet et. Paylaş ve tüm dünyaya sesini duyur.

5 animais que foram salvos por próteses biônicas

Tapa Da Pantera
8 ay önce55 görüntüleme
5 animais que foram salvos por próteses biônicas
Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸

A medicina e a robótica não param de avançar e espantar com sua capacidade. Quando as duas trabalham juntas, então, os resultados são assombrosos. Como no caso destes cinco bichinhos que conseguem ter uma vida quase normal graças à ajuda de próteses.

1. O gatinho Pooh

Pooh é um gato búlgaro, que perdeu as patas traseiras em um acidente de carro, quando ele tinha apenas um aninho de idade. O cirurgião Vladislav Zlatinov, de Sofia, colocou Pooh na sala de operações e implantou duas patas mecânicas. Hoje, o gatinho consegue ter uma vida normal.

2. O cãozinho Derby

Derby nasceu sem as patas dianteiras e com as patas traseiras deformadas. Para se locomover, ele tinha que se arrastar, mas sua vida mudou em 2014, quando uma empresa chamada 3D Systems deu ao cãozinho um par de patas feitas em impressora 3D. Hoje, Derby consegue correr, pular e até ficar de pé e sentado sem problemas.

3. Freddy, a tartaruga

Freddy perdeu a maior parte de seu casco em um incêndio florestal no Brasil, mas ganhou um novo graças ao trabalho de um artista local e de projetistas 3D. Hoje, a tartaruga vive normalmente na casa de um veterinário.

4. O tucano Grecia

Grecia é um tucano que perdeu uma parte do bico porque foi vítima de uma brincadeira cruel de crianças. A ave foi encontrada ferida e levada ao ZooAve Rescue Center, que fica na Costa Rica e é o maior centro de reabilitacão de animais selvagens da América Latina. Lá, começou uma campanha que ganhou atenção mundial para dar um bico artificial a Grecia. O tucano virou um símbolo da luta contra crueldade com animais e finalmente ganhou um novo bico.

5. O golfinho Winter

Winter, o golfinho, perdeu a cauda em uma armadilha para caranguejos, mas cientistas criaram uma prótese para ele. A cauda artificial faz com que Winter nade movendo o corpo para cima e para baixo. Hoje, seus movimentos estão sendo estudados para que uma nova (e melhor) cauda seja projetada. 

Big Bong Theory: hospital dinamarquês usa cannabis para tratar epiléticos

Tapa Da Pantera
8 ay önce126 görüntüleme

O uso medicinal da maconha vem sendo ampliado a cada dia que passa. Agora é a vez de um hospital dinamarquês, na cidade de Dianalund, começar a tratar alguns tipos pacientes com cannabis.

Sevdiğin konularda arkadaşlarınla işbirliği yap
Bu konuda yazmak ister misin? ▸
Big Bong Theory: hospital dinamarquês usa cannabis para tratar epiléticos

O Epilepsy Hospital Filadelfia acaba de iniciar um projeto piloto para avaliar os efeitos positivos de cannabis em pacientes com epilepsia. O projeto foi aprovado em novembro de 2016 e, durante o experimento, será usada cannabis não-processada em 1.500 pacientes.

Segundo o diretor do hospital, Helle Hjalgrim, a cannabis foi escolhida por ser comprovadamente uma substância que alivia convulsões - o pior dos sintomas da epilepsia.

Embora não pareça uma grande novidade, já que muitos países já vêm adotando a maconha para efeitos medicinais, na Dinamarca é algo inovador. O governo do país sempre adotou uma política de tolerância zero com maconha - tanto para uso medicinal quanto para recreativo.

Big Bong Theory: hospital dinamarquês usa cannabis para tratar epiléticos

Mesmo assim, as agências de medicina da Dinamarca e a Associação Médica do país se recusam a apoiar a iniciativa, alegando que os efeitos colaterais da cannabis, como ansiedade e reações de pânico, são motivo suficiente para que não valha a pena experimentar.

De qualquer modo, espera-se que pelo menos 50 mil pacientes se beneficiem da maconha medicinal no país. Tina Horsted, uma das primeiras médicas da Dinamarca a prescrever cannabis, diz que sempre recebe pacientes que não tiveram sucesso no tratamento de dores com morfina ou outros produtos. Ela afirma que a cannabis funciona em pelo menos 50% dos casos e que o mesmo pode acontecer com quem sofre de epilepsia.

Hikayeyi okudun
Story cover
tarafından yazıldı
Writer avatar
pilarmag
Escritora, psicóloga de parentes e amigos, experimentada na cozinha e na Comunicação, já pipocou na chapa quente de grandes jornais e empresas, mãe de cachorro, esposa prendada e tirana, mulher sensível e chorona, teóloga meia boca, fã de Neil Degrasse Tyson. Namastê! Prazer em te conhecer.